https://revistas.unila.edu.br/relus/issue/feed Revista Eletrônica Ludus Scientiae 2021-08-02T15:51:03-03:00 MARIA DAS GRAÇAS CLEOPHAS revista.ludus.scientiae@unila.edu.br Open Journal Systems <p>A <strong>Revista Eletrônica <em>Ludus Scientiae</em></strong> É um periódico científico da área de educação em ciências e que tem como objetivo publicar artigos que versem sobre a integração da ludicidade com o ensino e a aprendizagem de temas relacionados às áreas de ciências naturais (Química, Física e Biologia) por meio de pesquisas e relatos que discutam os benefícios sobre o uso de jogos e demais atividades lúdicas quando utilizados nas áreas supracitadas.</p> https://revistas.unila.edu.br/relus/article/view/2636 LEITURAS DE UM POEMA CIENTÍFICO POR GRADUANDOS EM QUÍMICA: IMPLICAÇÕES PEDAGÓGICAS A PARTIR DE REAÇÕES ESTÉTICAS 2020-12-08T12:39:39-03:00 Wilmo Ernesto Francisco Junior wilmojr@bol.com.br Wiliane Rodrigues Leite willy.leitefera@gmail.com <p>Práticas envolvendo a arte podem ser um caminho na ampliação de sentidos e ressignificação da ciência. A partir da investigação da leitura de um poema com caráter científico realizada por licenciandos em química, este trabalho procurou compreender as percepções e reações estéticas suscitadas e suas implicações pedagógicas. Os dados, coletados por meio de uma atividade escrita de pós-leitura, evidenciaram reações estético-afetivas de primeira expressão, caracterizadas por serem imediatas e emocionais, e de segunda expressão, abarcando representações de sentimentos e imaginação. Três implicações pedagógicas podem ser estabelecidas: i) a potencialidade deste gênero textual em expandir a capacidade intelectual; ii) um processo de mediação leitora que considere às especificidades do gênero; iii) uma reação lúdico-afetiva engendrada pela vivência estética que pode mobilizar o pensamento imaginativo.</p> 2021-01-05T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 https://revistas.unila.edu.br/relus/article/view/2244 A CONSTRUÇÃO DE VIVÊNCIAS COMO METODOLOGIA DE ENSINO DE CIÊNCIAS: ENSINANDO ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL POR MEIO DE ATIVIDADES LÚDICAS 2020-08-17T18:27:40-03:00 Agnaldo Arroio agnaldoarroio@yahoo.com Fernando Gianetti Fiorin fernandogianettifiorin@gmail.com <p>A Construção de Vivências é uma metodologia de ensino que se baseia em métodos de ensino por meio de jogos narrativos e interpretativos e estabelece uma abordagem humanista nos processos de ensino e aprendizagem, se pautando no desenvolvimento da experiência de vida, do lúdico enquanto estrutura organizacional das atividades e do capital cultural enquanto mediador do conhecimento e da aprendizagem. Esta metodologia foi aplicada com alunos de duas escolas localizadas na região norte do Estado do Paraná, que por meio de partidas de RPG puderam se apropriar de vários conceitos científicos e aplicar saberes formais que vinham recebendo de suas professoras durante o ano letivo no período normal de ensino, tendo a oportunidade ressignificar estes saberes por meio da Construção de Vivências. Das atividades realizadas foram coletados e analisados três diferentes instrumentos por meio de Análise de Conteúdo. Os resultados demonstraram que a Metodologia de Construção de Vivências cumpre com o seu objetivo de desenvolver um pensamento crítico e significativo relacionado com os conteúdos científicos ensinados em sala de aula.</p> 2021-01-05T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Eletrônica Ludus Scientiae https://revistas.unila.edu.br/relus/article/view/2559 O JOGO DIGITAL “ASSASSIN’S CREED ORIGINS” COMO UM ESPAÇO DE DESCOLONIZAÇÃO DA CIÊNCIA: uma análise do modo turismo à luz do entendimento de química ancestral africana 2020-12-14T09:47:00-03:00 Roberto Dalmo Varallo Lima de Oliveira robertodalmo7@gmail.com Vinícius Gurski Ferraz vinigurskiferraz@gmail.com João Roberto Rátis Tenório da Silva joaoratistenorio@gmail.com Mayara Soares de Melo mayara.sdemelo@gmail.com <p class="REECResumenetal"><span lang="ES">À luz dos estudos e movimentos de decolonização dos saberes, em específico, do entendimento de Química Ancestral Africana como ressignificação das “artes práticas”, o presente trabalho buscou investigar a seguinte questão: o jogo <em>Assassin’s Creed Origins</em>, em seu modo turismo, apresenta um conteúdo sobre Ciência Química que enfatize matrizes epistêmicas não europeias? Foi realizada uma pesquisa qualitativa de caráter documental que, utilizando-se da análise de conteúdo, possibilitou o surgimento da categoria “Conhecimentos, métodos e técnicas desenvolvidas no Egito” e das subcategorias 1 - Desenvolvimentos medicinais e cosméticos; 2 – Bebidas, alimentos e fabricação de produtos cotidianos; 3 –mumificação. As subcategorias nos ajudam a compreender que o artefato cultural selecionado contribui para entendermos o Egito como produtor de conhecimento químico destacando que diversos processos como Epistemicídios e Pilhagens epistêmicas usurparam da África o direito a esse reconhecimento colocando-a em um espaço no qual as referências remontam exclusivamente a escravidão. O Egito retratado como um lugar de potência científica é uma questão de justiça epistêmica e pode contribuir tanto para processos de ensino e aprendizagem quanto para a divulgação de uma ciência não eurocentrada.</span></p> 2021-01-05T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Eletrônica Ludus Scientiae https://revistas.unila.edu.br/relus/article/view/2336 O SUSPEITO - ESCAPE ROOM PARA DISCUTIR QUESTÕES SOCIAIS E AVALIAR A APRENDIZAGEM DE ESTUDANTES DA EDUCAÇÃO BÁSICA 2020-12-24T12:49:43-03:00 Felipe Augusto de Mello Rezende felipemelloquimica@hotmail.com Laiane Pereira Martins laianepm15@gmail.com Mariana Fonseca Oliveira marioliveira1621@gmail.com <p>O trabalho abrange os resultados de um jogo intitulado “<em>Escape Room: </em>O suspeito”, pensado e aplicado a estudantes da última fase do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio. de uma escola pública do estado de Goiás. O jogo foi elaborado para problematizar a vida de um jovem negro e homossexual, que sofria com os abusos do pai que não aceitava sua orientação sexual, bem como trabalhou questões relacionadas às drogas e avaliou conceitos das disciplinas de: Química/Ciências, Matemática, Inglês e Geografia. Para realização do trabalho, utilizou-se a abordagem qualitativa e a coleta de dados se deu através da observação participante. A partir dos resultados obtidos, pode-se inferir que o jogo mostrou-se eficiente quanto aos aspectos sociais, pois os estudantes conseguiram compreender a mensagem transmitida, contudo, com relação à avaliação do conhecimento científico, verificou-se diversas lacunas, pois os estudantes não conseguiram resolver situações que envolviam conceitos químicos e relacionados a língua inglesa. Assim, a atividade reforça a necessidade de repensar as práticas pedagógicas relacionadas principalmente ao ensino de Química.</p> 2021-01-05T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Eletrônica Ludus Scientiae https://revistas.unila.edu.br/relus/article/view/2369 EQUILIBRE: JOGO DIDÁTICO COMO ESTRATÉGIA DE BALANCEAMENTO DE EQUAÇÕES QUÍMICAS PARA ALUNOS COM DÉFICIT DE ATENÇÃO 2020-12-01T23:23:44-03:00 Jaime da Costa Cedran jaimecedran@utfpr.edu.br Débora Piai Cedran depiai@yahoo.com.br Luana Zulli Silva luazullis@gmail.com Andressa Della Riva andressa_dellariva@hotmail.com <p>O desenvolvimento de recursos didáticos que auxiliem a aprendizagem de alunos com deficiência cognitiva é uma necessidade para a educação. Dentro deste contexto, este artigo desponta na contribuição de novas ferramentas didáticas para o ensino por meio de um jogo didático. O desenvolvimento e a aplicação deste jogo foi realizado com alunos do segundo ano do ensino médio que apresentam o transtorno de déficit de atenção, em uma escola pública do município de Maringá-PR, sendo utilizado para a aplicação do jogo o tema balanceamento de equações. Para a investigação dos benefícios do jogo didático, foram levados em consideração critérios como, o acompanhamento semanal dos alunos no projeto, que permitiu conhecer o perfil de cada um com relação ao transtorno e as vantagens e desvantagens encontradas na aplicação de jogos didáticos em alunos com déficit de atenção.<strong></strong></p> 2021-01-05T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Eletrônica Ludus Scientiae https://revistas.unila.edu.br/relus/article/view/2331 TENDA ITINERANTE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ESTRATÉGIAS LÚDICAS COMO MEDIADORAS DO ENSINO 2021-08-02T15:40:01-03:00 Adeilson Moizés de Oliveira adeilsonoliveira.cbio@gmail.com Kethlen Correa de Souza kethlencorreea@gmail.com Edson Valeriano Guimarães sondevagui@gmail.com Patrícia Pereira Gomes patricia.gomes@ifpr.edu.br Norma Barbado norma.barbado@ifpr.edu.br <p>As cidades arborizadas conseguem promover mais qualidade de vida, conforto e lazer para os seus habitantes. Logo, percebe-se a importância da manutenção das árvores, em especial as nativas, no ambiente urbano. Diante disso, este trabalho teve como objetivo principal sensibilizar ambientalmente a comunidade de Umuarama – PR, em especial quanto à arborização urbana. Para tanto, atividades lúdicas de educação ambiental foram realizadas em ambiente formal e não formal nesta cidade, utilizando-se uma Tenda Itinerante. Ao final deste estudo, percebeu-se que esta estratégia foi capaz de despertar a participação ativa dos sujeitos, promovendo a reflexão sobre importantes questões ambientais locais. Espera-se que, a partir deste estudo, as pessoas iniciem uma mudança de comportamento em relação à preservação da arborização urbana.</p> 2021-01-05T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Eletrônica Ludus Scientiae https://revistas.unila.edu.br/relus/article/view/2307 JORNADA RADIOATIVA: UM JOGO DE TABULEIRO PARA O ENSINO DE RADIOATIVIDADE 2020-09-29T06:49:37-03:00 Maiane França de Sales fsmaiane@gmail.com Janaina Santos da Silva janasantosdasilva@gmail.com Shirani Kaori Haraguchi skharaguchi@gmail.com Gahelyka Aghta Pantano Souza gahelyka@outlook.com <p>No ensino de Química, os jogos estão ganhando evidência como recursos didáticos aplicados no processo de ensino aprendizagem de diversos conteúdos e seus conceitos. Para tanto, esta pesquisa tem o objetivo de investigar as contribuições da utilização de um jogo didático no Ensino do conteúdo de Radioatividade. O jogo Jornada Radioativa relacionou os conceitos de Radioatividade e sua contextualização e foi aplicado em duas turmas de 2º ano do ensino médio, no Colégio de Aplicação da XXXX. Com abordagem metodológica de uma pesquisa qualitativa do tipo exploratória, utilizou-se na produção dos dados um questionário semiestruturado, além da observação direta sobre a aplicação do jogo. Os resultados indicam que a utilização de jogos não é uma prática incomum nas aulas de química dos participantes da pesquisa, porém, é um recurso pertinente e sempre bem-vindo às aulas. O jogo ‘Jornada Radioativa’ contribuiu para a compreensão de conceitos relacionados ao conteúdo de Radioatividade, promovendo o desenvolvimento socioemocional dos estudantes, oportunizando um ensino significativo do conteúdo de Química.</p> 2021-01-05T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Eletrônica Ludus Scientiae https://revistas.unila.edu.br/relus/article/view/2220 RECURSOS DIDÁTICOS ALTERNATIVOS PARA O ENSINO DE GENÉTICA E EVOLUÇÃO 2021-08-02T15:51:03-03:00 Amanda Oliveira Travessas amandatravessas@gmail.com Analía Del Valle Garnero analiagarnero@unipampa.edu.br Julio Cesar Bresolin Marinho juliomarinho@unipampa.edu.br <span>O Ensino de Genética e Evolução é fundamental na Educação Básica, pois ambos estão relacionados com o nosso cotidiano. Apresentamos aqui os resultados de uma pesquisa-ação desenvolvida por meio de duas atividades realizadas em turmas de diferentes escolas do município de São Gabriel, RS. A primeira atividade foi realizada em uma turma do 8º ano de uma escola privada de Ensino Fundamental e a segunda foi realizada em uma turma do 9º ano de uma escola da Rede Municipal de Ensino. A primeira atividade consistiu na aplicação do “Jogo do DNA”, o qual abordava conceitos sobre Citologia e Evolução junto à história do DNA. A segunda atividade residiu no desenvolvimento da “Gincana da Evolução”, na qual havia sete tarefas relacionadas à teoria da Seleção Natural. Ambas obtiveram resultados satisfatórios, pois concebemos que as atividades interativas contribuem para a compreensão de conceitos de Genética e Evolução.</span> 2021-01-05T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Eletrônica Ludus Scientiae