O espaço escolar não é o lugar de/para estudantes negros: uma análise da trajetória escolar de estudantes quilombolas.

Jhonatas Ramos Macario de Araújo

Resumo


O presente trabalho visa discutir elementos presentes na trajetória de jovens quilombolas no interior da Bahia descrevendo a escola enquanto instituição que carrega valores construídos na modernidade ocidental e que reproduz continuamente a ideia de que o espaço escolar não é o lugar de/para estudantes negros. A noção de conhecimento nos espaços escolares é moldada pela cultura hegemônica ocidental. Assim, os saberes produzidos fora do enquadramento da modernidade são negados e não são reconhecidos enquanto um dos modelos possíveis de conhecimento. Nos espaços escolares a noção de igualdade é deturpada, ela é em realidade um processo de uniformização, homogeneização e padronização direcionado à afirmação dos conhecimentos hegemônicos, construída como algo a que todos têm direito a ter acesso e tornarem-se iguais. No entanto, o conteúdo presente em doze histórias de vida, com ênfase na trajetória escolar, de jovens quilombolas, do passado e do presente, apontam que é a presença de indivíduos isolados e não a instituição escolar que busca colaborar na emergência de conhecimentos subalternizados historicamente. Essa perspectiva nos desafia a problematizar o conhecimento escolar, a reconhecer os diversos saberes produzidos pelos diferentes grupos socioculturais e os saberes tradicionais no sentindo de romper com a escolar monocultural.

Texto completo:

PDF

Referências


CANDAU, Vera Maria Ferrão. Educação Intercultural: entre afirmações e desafios. In: Antônio Flávio Moreira; Vera Maria Candau. (Orgs.). Currículos, Disciplinas Escolares e Culturas. 1ed.Petrópolis: Vozes, 2014, v. , p. 23-41.

MIGNOLO, Walter D. A Colonialidade de Cabo a Rabo: O Hemisfério Ocidental no Horizonte Conceitual da Modernidade. In: Edgnardo Lander. (Org.). A Colonialidade do saber, Eurocentrismo e ciências sócias, perspectivas latino-americanas. 1ed. Buenos Aires: CLACSO, 2005, v., p. 71-103.

SILVA. Petronilha Beatriz Gonçalves. Apresentação. In: Marcus Vinícius Fonseca; Surya Aaronovich Pombo de Barros. (Orgs.). A História da Educação dos Negros no Brasil. 1ed. Niterói: EdUFF, 2016, p. 07-11.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.