Um olhar do Sul para a inserção do gênero currículo da Educação de Jovens e Adultos

Rafael Ferreira de Souza Honorato

Resumo


Este texto constitui-se a partir da implementação das ações de um projeto de mestrado em andamento que tem como objetivo analisar a inserção do gênero nas políticas educacionais e curriculares para a Educação de Jovens e Adultos na Rede estadual de Ensino do Estado da Paraíba. Metodologicamente percebemos, assim como Santos e Meneses (2009), a necessidade de reconhecermos o sul, irmos até ele e partimos dele para suscitarmos novos conhecimentos que levem em consideração os contextos. Assim, para uma epistemologia do currículo, utilizamos as matizes conceituais de Pereira (2009) onde esse é uma rede de significações, que ao longo do trajeto leva em consideração o tempo e espaço, está inserido num processo de (re) significação incorporando sentidos das demandas sociais. Tal deslocamento faz de um currículo particularista, centrado nos modelos da cultura dominante, se transformar em um currículo mais plural que contemple as culturas, os direitos humanos, éticos, emancipacionistas, inter e transdisciplinar e etc. Já no que concerne o gênero podemos partir das conceituações de Scott (1995, p. 14) onde esse é um “elemento constitutivo de relações sociais fundadas sobre as diferenças percebidas entre os sexos (e como) um primeiro modo de dar significado às relações de poder” o que levam a entender essas duas categorias como produto do meio ao qual estão inseridas. Metodologicamente, utilizaremos o Ciclo Contínuo de Políticas de Bowe, Ball e Gold (1992) e Ball (1994), por compreendemos a relevância que os contextos micros assumem em tal processo. Hipoteticamente, presumimos que existe negligenciamento das diferentes práticas docentes e da capacidade que cada contexto tem para buscar formas de resistir aos desenhos conservadores do que é ser mulher. Essa invisibilidade de tais processos nos currículos escolares restringem os espaços formativos dos profissionais da educação, alargando-se um espaço de fomento do pensamento conservador.
Palavras-chave: Educação de Jovens e Adultos. Currículo. Gênero.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.