AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO – TIC’S, COMO FACILITADOR NO AMBIENTE ESCOLAR

Ageu Tavella Goncalves

Resumo


O presente estudo tem por objetivo verificar e analisar a Aplicação e Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s) na Educação escolar para fins pedagógicos em sala de aula. Sabemos que as TIC’s assumiu nos últimos anos um papel imprescindível na Educação. Assim sendo, a principal meta das TIC’s é a utilização da informação disponível no ambiente virtual como suporte às práticas pedagógicas. Acreditando na presente e constante evolução o uso das TIC’s para fins pedagógicos, serve de apoio para atender as exigências por agilidade, flexibilidade, efetividade e inovação no ambiente escolar. Nesse contexto, na busca por uma maior qualidade e para tornar o ambiente escolar mais atraente, torna-se essencial a realização de aplicação de recursos voltados para que os alunos ter um ensino de maior qualidade e que viabilize e potencialize a melhoria contínua do desempenho escolar no país.


Palavras-chave


Evolução digital na educação, Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação, Proinfo.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL, Secretaria de Educação a Distância. (1997) Programa Nacional de Informática na Educação - Proinfo(diretrizes. Brasília: MEEC/SEED.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – ABNT. Coletânea

de normas técnicas elaboração de TCC, Dissertação e Tese. Rio de Janeiro: ABNT, 2012.

ALMOULOUD. S. A. Informática e Educação Matemática. São Paulo: PUC – SP, 2007

BITTAR, Marilena. A incorporação de um software em uma sala de Matemática:

uma análise segundo a abordagem instrumental. Prelo, 2010.

BORBA, M. C.; PENTEADO, M. G. Informática e Educação Matemática. 2ed. Coleção Tendências em Educação Matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

BORGES, M. F. V. Inserção da Informática no Ambiente Escolar: inclusão

digital e laboratórios de informática numa rede municipal de ensino. XXVIII

Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (SBC), Workshop de Informática na Escola (WIE). 2008.

ELIA, M. F. O papel do professor diante das Inovações Tecnológicas. XXVIII

Congresso da Sociedade Brasileira de Computação. 2008.

FAGUNDES, L. C.; VALENTINI, C. B.; SOARES, E. M. S. Linguagem, educação

e recursos midiáticos: quem mexeu na minha escola? Em: PESCADOR, C.; SOARES, E. M. S.; NODARI, P. C. (Org.). Ética, Educação e Tecnologia: pensando alternativas para os desafios da educação na atual idade. Curitiba: CRV, 2010.

FIRPO, S. P.; DE PIERI, R. G. Avaliando os efeitos da introdução de computadores em escolas públicas brasileira. Revista Brasileira de Inovação, v. 11, p. 153-190, jul. 2012. Disponível em:.

GABRIEL, M. Educar - A (r) evolução digital na educação. São Paulo: Saraiva

Disponível em: Acessada em: 08 de agosto de 2017.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GUIMARÃES, J. R. S.; JANNUZZI, P. M. IDH, indicadores sintéticos e suas

aplicações em políticas públicas: uma análise crítica. Revista Brasileira de Estudos

Urbanos e Regionais, vol. 7, p. 73-90. 2011.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a

mudança e a incerteza. 7. Ed. São Paulo: Cortez, 2010.

KENSKI, Vani Moreira. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 9°ed. Campinas: Editora Papirus, 2012.

MASETTO, M.T. Mediação pedagógica e o uso da tecnologia. Em: MORAN, J. M.; MASETTO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas : Papirus. 2010.

MORAN, José Manuel et al. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 6. ed. Campinas: Papirus, 2000.

MARCHIORI, L. L. de M.; MELO, J. J.; MELO, W. J. Avaliação docente em relação às novas tecnologias para a didática e atenção no ensino superior. Revista da Avaliação da Educação Superior, v. 16, n. 2, p. 433-443, 2011.

VALENTE, J. A. O uso inteligente do computador na Educação. Pátio Revista pedagógica. Editora: Artes Médicas Sul, ano 1, no1, pp.19-21, 1997.

PEIXOTO, R. J. V. A informática na educação. 2006. 127 f. Dissertação (Mestrado)

Universidade Aberta, Lisboa 2006.

Universidade Federal da Integração Latino-Americana – UNILA: MANUAL DE CITAÇÃO E NOTAS DE RODAPÉ, Foz do Iguaçu – 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Orbis Latina

A Revista Orbis Latina, ISSN 2237-6976, é publicada originalmente na plataforma digital ISSUU, cujo acesso, leitura e downloads são gratuitos. Mais detalhes ver  https://sites.google.com/site/orbislatina/