A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA NOS MUNICÍPIOS: AUDIÊNCIAS PÚBLICAS COMO INSTRUMENTO DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL

Bruna Ramos Calegario, Exzolvildres Queiroz Neto

Resumo


Este trabalho trata sobre a democracia participativa nos municípios, com enfoque nos instrumentos de participação social, especificadamente, nas audiências públicas. Tem como objetivo analisar o que dificulta o processo de participação social, nas audiências públicas, para que esta participação ocorra de forma efetiva. Será abordado sobre os instrumentos de participação social existentes nos Municípios e, ao final, especificar sobre as audiências públicas, demonstrando a sua efetividade. A pesquisa tem como base a Constituição Federal, Leis infraconstitucionais, doutrinas e artigos científicos. Ao final demonstram-se alguns exemplos de Municípios que utilizam das audiências públicas, como instrumento efetivo de participação social. No entanto, as dificuldades existentes na participação social, ainda, são muitas e a sociedade, como um todo, em conjunto com o governo, precisa adotar a participação social como uma forma de efetivar a democracia participativa e atingir, um dos fins, do Estado Democrático de Direito.


Palavras-chave


Democracia Participativa; Audiências Públicas; Participação Social; Efetividade.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: . Acesso em: 15 abril. 2017.

BRASIL. PORTAL DA TRANSPARÊNCIA. GOVERNO FEDERAL. Controle Social – Conselhos municipais e controle social. Disponível em: . Acesso em 06 maio 2017.

BRASIL. TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO PARANÁ. Audiências públicas. Disponível em: . Acesso em: 08 maio 2017.

CICONELLO,Alexandre. A participação social como processo de consolidação da democracia no Brasil. 2007. pg. 04.

DAL BOSCO, Maria Goretti. Audiência pública como direito de participação. Informação postada no site JusBrasil. Disponível em:. Acesso em: 09 maio 2017.

Democracia Verbete. Informação postada no site Nupps,USP. Disponível em: . Acesso em: 06 maio 2017.

DIEGUES, Geraldo César. O controle social e a participação nas políticas públicas: o caso dos conselhos gestores municipais. Informação postada no site Periódicos UFBA. Disponível em: . Acesso em: 16 abril. 2017.

FONSECA, Igor Ferraz; REZENDE, Raimer Rodrigues; OLIVEIRA, Marília Silva de; PEREIRA, Ana Karine. Audiências Públicas: fatores que influenciam seu potencial de efetividade no âmbito do Poder Executivo Federal. Informação postada no site IPEA. Disponível em: . Acesso em: 07 jul. 2017. 2013.

FIGUEIREDO, Vanusa da Silva; SANTOS, Waldir Jorge Ladeira dos. Transparência e Controle Socialna Administração Pública. Acesso em: 07 jul 2017.

IPEA. Potencial de Efetividade das Audiências Públicas do Governo Federal. Informação postada no site IPEA. Disponível em: . Acesso em: 06 de julho 2017. Brasília, 2013.

LOCK, Fernando do Nascimento, 2004. Participação Popular no Controle da Administração Pública: Um Estudo Exploratório. Artigo publicado na Revista Eletrônica de Contabilidade da UFSM. Disponível em: . Acesso em 09 maio 2017. pg. 06).

MEDEIROS, Alexsandro M. Democracia. Informação postada no site Portal Consciência Política. Disponível em: . Acesso em: 06 maio 2017.

MEDEIROS, Alexandre M. Democracia Participativa. Informação postada no site Portal Consciência Política. Disponível em: . Acesso em: 15 abril 2017.

MEDEIROS, Alexandre M. Orçamento Participativo. Informação postada no

site Portal Consciência Política. Disponível em: . Acesso em: 06 maio abril 2017.

OLIVEIRA, HerikNesol Franco. Audiência Pública como instrumento de participação social e legitimação das atividades da Administração Pública. Informação postada no site Der-MG. Disponível em: . Acesso em 09 maio 2017. pg. 1)

PAULO, Vicente; ALEXANDRINO, Marcelo. Direito constitucional descomplicado. 14. ed. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: Método. 2015. pg. 93.

SILVA, José Afonso. Curso de Direito Constitucional Positivo. 25ª. ed. rev. e. atual. São Paulo: Malheiros Editores LTDA. 2005. pg 136.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Orbis Latina

A Revista Orbis Latina, ISSN 2237-6976, é publicada originalmente na plataforma digital ISSUU, cujo acesso, leitura e downloads são gratuitos. Mais detalhes ver  https://sites.google.com/site/orbislatina/