ASSÉDIO MORAL INTERPESSOAL E ORGANIZACIONAL: ALCANCE E LIMITES DOS PROGRAMAS DE COMPLIANCE

Erick Alan de Lima, José Edmilson de Souza Lima

Resumo


O presente trabalho analisa o assédio moral interpessoal e organizacional, vislumbrando suas modalidades e as suas consequências na vida do trabalhador, para a sociedade e para a empresa. Identifica-se, por meio de uma pesquisa bibliográfica e do método dedutivo, como é a ocorrência das condutas antiéticas de assédio no ambiente laboral e como os modos de gestão perpetuam, por exemplo, o assédio moral organizacional. Ao ressaltar os danos que o assédio moral proporciona a todos os sujeitos envolvidos, inclusive a empresa, indaga-se sobre os limites e potencialidades do compliance para a redução dos casos de assédio moral, sendo que ele normatizará os aspectos éticos da empresa e buscará a sua concreção.


Palavras-chave


Indenizações; Gestão; Produtividade; Ética Empresarial

Texto completo:

PDF

Referências


ALVARENGA, Rúbia Zanotelli.. Discriminação racial e assédio moral no trabalho. In: Luiz Eduardo Gunther; Rúbia Zanotelli de Alvarenga (Coord.).; Juliana Cristina Busnardo; Andréa Duarte Silva (Org.).. (Org.). Discriminação no trabalho. 1ed. São Paulo: Editora LTr, 2016, v. 1, p. 119-126.

ARAÚJO. Adriane Reis de. O assédio moral organizacional. São Paulo. LTr, 2012.

ÁVILA, Rosemeri Pedrotti de. As consequências do assédio moral no ambiente de trabalho. 2. ed. São Paulo: LTr, 2015.

BARRETO, Marco Aurélio A.. Assédio moral no trabalho - Responsabilidade do empregador: perguntas e respostas. 2. ed. São Paulo: LTr Editora Ltda., 2009.

BARROS JUNIOR, José Otávio de Almeida; DIAS, M. D. A. . Assédio Moral Acidentário e o Papel do Poder Judiciário Trabalhista na Prevenção da Saúde do Trabalhador. Revista LTr. Legislação do Trabalho, v. 82, 2018.

BELMONTE, Alexandre Agra. O Assédio à Mulher Nas Relações de Trabalho. In: Georgenor de Souza Franco Filho. (Org.). Trabalho da Mulher. 1ªed.São Paulo: LTr, 2009, v. , p. 74-104.

___________. Tutela da composição dos danos morais nas relações de trabalho: identificação das ofensas morais e critérios objetivos para quantificação. 1 ed. São Paulo: LTr, 2014.

BORGES. Lara Parreira de Faria. Espiando por trás da persiana: um olhar sobre a discriminação traduzida em assédio moral organizacional contra as mulheres. 1 ed. São Paulo: LTr, 2015.

BRANDÃO, F. G.. Programas de Compliance, Poder Diretivo do Empregador e os Limites Constitucionais à Regulação da Relação de Emprego na Perspectiva do Estado Democrático de Direito. Revista LTr. Legislação do Trabalho, v. 07, p. 820-827, 2017.

CARVALHO, Augusto César Leite. Direito do Trabalho: Curso e Discurso. 2. Ed. São Paulo: LTr, 2018.

CATALDI, Maria José Giannella. Stress no meio ambiente de trabalho. 3. ed. São Paulo: LTr, 2015.

COUTINHO, Aldacy Rachid. Meio Ambiente do Trabalho – a questão do poder empregatício e a violência silenciosa do perverso narcísico. Revista LTr, v. 77, n. 8, ago. 2013.

___________. Risco, compliance e o direito do trabalho. In: TEODORO, Maria Cecília Máximo; VIANA, Márcio Túlio; ALMEIDA, Cleber Lúcio; NOGUEIRA, Sabrina Colares.. (Org.). Direito material e processual do trabalho - V Congresso Latino-americano de direito material e processual do trabalho. 1ed.São Paulo: LTr, 2017, p. 100-104.

FERREIRA, Hádassa Dolores Bonilha. Assédio moral nas relações de trabalho. Campinas: Russel, 2004.

FETEC-PR. Assédio moral organizacional: novas estatísticas para um velho problema. 2018. Disponível em: . Acesso em: 26 de jul. 2018.

GOSDAL, Thereza Cristina. O entendimento do assédio moral e organizacional da justiça do trabalho. In: Lis Soboll. (Org.). Intervenções em assédio moral e organizacional. 1ed.São Paulo: Ltr, 2017, v. , p. 23-32.

KEMMELMEIER, C.S.; FONSECA, Maíra Silva Marques da. O Sequestro da Subjetividade e a Construção do Sujeito de Direito no Mundo do Trabalho. In: ALMEIDA, Guilherme de Assis; SANTO, Enoque Ribeiro dos; CAVALCANTE, Jouberto de Quadros Pessoa; VILLATORE, Marco Antônio César. (Org.). A Teoria do Reconhecimento sob a Ótica do Direito do Trabalho. 1ed.São Paulo: LTr, 2016, v. 1, p. 73-82.

LOYOLA, Fernanda Beatriz Kula; CAMPOS, Erika Paula de. O assédio moral organizacional. Revista Percurso-Unicuritiba. V.1. n.12, 2012. Disponível em: < http://revista.unicuritiba.edu.br/index.php/percurso/article/view/536>. Acesso em: 26 de jul. 2018.

MAZUCATTO, Isadora Gomes. Assédio moral no ambiente de trabalho: o compliance como instrumento de mitigação das ocorrências. Revista Raízes Jurídicas, 2017. Disponível em: < ojs.up.com.br/index.php/raizesjuridicas/article/view/511>. Acesso em: 26 de jul. 2018.

NASCIMENTO, Sônia Mascaro. Assédio Moral e Dano Moral no Trabalho. 3. Ed. São Paulo: LTr, 2015.

OLIVEIRA, Paulo Eduardo Vieira de. Assédio Moral no trabalho: caracterização e consequências. São Paulo: LTr, 2013.

PAMPLONA FILHO, Rodolfo; BARROS, R. C. L. G.; WYZYKOWSKI, A.;. Assédio Moral Laboral e Direitos Fundamentais. 1. ed. São Paulo: LTr, 2014.

PINTO, Almir Pazzianotto. Prefácio. In: BARRETO, Marco Aurélio A.; BARRETO, Camila Pitanga . Assédio Sexual e os Limites Impostos pela Tipificação Penal e Outras Abordagens de Apelo Sexual no Ambiente de Trabalho. 1. ed. São Paulo: LTr - São Paulo, 2018.

POHLMANN, Juan Carlos Zurita. Assédio Moral Organizacional: identificação e tutela preventiva. 1 ed. São Paulo: LTr, 2014.

PRATA, Marcelo Rodrigues. Anatomia do Assédio Moral no Trabalho - Uma Abordagem Transdisciplinar. 1. Ed. São Paulo: LTr, 2007.

RAMOS FILHO. Wilson. Bem-estar das empresas e mal-estar laboral: o assédio moral empresarial como modo de gestão de recursos humanos. Revista Direito UNIFACS – Debate Virtual, 2009. Disponível em: < http://www.revistas.unifacs.br/index.php/redu/article/view/702>. Acesso em: 26 de jul. 2018.

RIBEIRO, Marcia Carla Pereira; DINIZ, P. D. F.. Compliance e Lei Anticorrupção nas Empresas. Revista de Informação Legislativa, v. 205, p. 87-105, 2015.

SANTOS, Ronaldo Lima dos. Danos morais nas relações de trabalho. In: Flaviana Rampazzo Soares. (Org.). Danos extrapatrimoniais nas relações de trabalho. 1ed. São Paulo: LTr, 2017, p. 189-198.

SILVA, A. S. M.. Assédio Moral no Ambiente de Trabalho. Orbis Revista Científica, v. 02, p. 99-120, 2011. Disponível em: < http://www.cesrei.com.br/ojs/index.php/orbis/article/view/52>. Acesso em: 26 de jul. 2018.

SILVA, Marina Zagonel Xavier da Silva; BARACAT, Eduardo Milléo; SELLOS-KNOERR, Viviane Coêlho. Compliance e assédio moral nas relações de emprego: análise do programa da companhia paranense de energia-COPEL. In: Erick Alan de Lima (Org.) Diálogos (im)pertinentes: desafios para a concreção constitucional. 1ºed. Curitiba: Instituto Memória, v. 1, p. 11-30.

SOBOLL, Lis Andréa Pereira. Assédio moral e organizacional na perspectiva psicossocial: critérios obrigatórios e complementares. In: Lis Soboll. (Org.). Intervenções em assédio moral e organizacional. 1ed.São Paulo: Ltr, 2017, v. , p. 13-22.

SOBOLL. Lis Andrea P.; GOSDAL, Thereza Cristina. Assédio moral interpessoal e organizacional: um enfoque interdisciplinar. São Paulo: LTr, 2009.

TERCIOTI, Ana Carolina Godoy. Assédio moral no trabalho: danos causados ao trabalhador e medidas preventivas. 1 ed. São Paulo: LTr, 2013.

TRT13. Empresa é condenada a pagar R$ 1,2 milhão por assédio moral. 2010. Disponível em:

VILLATORE, Marco Antônio César; DINIZ, P. D. F. . O assédio moral, analisado sob uma perspectiva moderna, determinante medidas preventivas inovadoras. Revista Jurídica Unicuritiba, v. 2, p. 164-184, 2012. Disponível em: . Acesso em: 26 de jul. 2018.

XEREZ, Lena Marcílio. Tutela jurídica do empregado em face de assédio moral. São Paulo: LTr, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Orbis Latina

A Revista Orbis Latina, ISSN 2237-6976, é publicada originalmente na plataforma digital ISSUU, cujo acesso, leitura e downloads são gratuitos. Mais detalhes ver  https://sites.google.com/site/orbislatina/