ALBERTO PASSOS GUIMARÃES E CAIO PRADO JR.: UM DEBATE EM TORNO DA LINHA POLÍTICA DO PCB DE 1958

João Guilherme Alvares de Farias

Resumo


A partir de análise concentrada na produção de Alberto Passos Guimarães e Caio Prado Jr., nosso objetivo com o presente artigo é expor os vínculos teóricos e políticos que unem a obra de Alberto Guimarães e a tradição do Partido Comunista Brasileiro (PCB), bem como a crítica formulada por Caio Prado Jr. à tese do feudalismo-colonial e à caracterização pecebista da formação social brasileira na década de 1950. A metodologia adequada à nossa proposta é a pesquisa bibliográfica e análise documental. Espera-se, com esse trabalho, contribuir com os estudos introdutórios na área do pensamento social brasileiro, fornecendo um panorama que parte da tentativa de dois importantes pensadores vinculados ao movimento operário e que buscaram, à luz do materialismo histórico, cada um à sua maneira, interpretar o Brasil.


Palavras-chave


Feudalismo-colonial; Marxismo brasileiro; Revolução brasileira

Texto completo:

PDF

Referências


DEL ROIO, Marcos. A Teoria da Revolução Brasileira: Tentativa de Particularização de uma Revolução Burguesa em Processo. In: DEL ROIO, Marcos; MOARES, João Quartim. História do Marxismo no Brasil. Vol. 4. 1.ed. Campinas: Unicamp, 2007.

DÓRIA, Carlos Alberto. O Dual, o Feudal e o Etapismo na Teoria da Revolução Brasileira. In: MORAES, João Quartim. (Org.). História do Marxismo no Brasil. Vol. 3. 2.ed. Campinas: Unicamp, 2007.

FERREIRA, Marieta de Moraes. As reformas de base. FGV – CPDOC. Disponível em: https://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/Jango/artigos/NaPresidenciaRepublica/As_reformas_de_base. Acesso em: julho de 2019.

GORENDER, Jacob. Combate nas Trevas. 5.ed. São Paulo: Fundação Perseu Abramo/Expressão Popular, 2014.

GRABOIS, Maurício. Duas Concepções, Duas Orientações Políticas. Revista Princípios, edição 6, Junho, 1983, pág. 17-22. Disponível em: https://www.marxists.org/portugues/grabois/1960/mes/duas.htm. Acesso em: julho de 2019.

GUILHERME, Wanderley. Quem dará o golpe no Brasil?. In: Cadernos do Povo Brasileiro. Vol. 5. Civilização Brasileira, 1962.

GUIMARÃES, Alberto Passos. Quatro séculos de latifúndio. 2.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1968.

LENIN, Vladmir. O Imperialismo: fase superior do capitalismo. Trad. Leila Prado. 4.ed. São Paulo: Centauro, 2008.

LOVATTO, Angélica. Os cadernos do povo brasileiro e o debate nacionalista nos anos 1960: um projeto de revolução brasileira. Tese de Doutorado em Ciências Sociais. 385 p. – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) – São Paulo, 2010.

MENDES, Claudinei M. Magre. A questão do Feudalismo no Brasil: um debate político. In: Notandum 32 - maio-ag. CEMOrOC-Feusp / IJI-Universidade do Porto, 2013. Disponível em: http://www.hottopos.com/notand32/12claudinei.pdf. Acesso em: julho de 2019.

PEREIRA, Astrojildo. Construindo o PCB: 1922 – 1924. 1.ed. São Paulo: LECH, 1980.

PRADO JR., Caio. A Revolução Brasileira. 1.ed. São Paulo: Brasiliense, 1966.

______. Evolução Política do Brasil. 10.ed. São Paulo: Brasiliense, 1977.

______. Formação do Brasil Contemporâneo: colônia. 23.ed. São Paulo: Brasiliense, 2006.

Comitê Central do Partido Comunista do Brasil. Declaração Sobre a Política do PCB. Março de 1958. Disponível em: https://www.marxists.org/portugues/tematica/1958/03/pcb.htm. Acesso em: julho de 2019.

VI Congresso Mundial da Internacional Comunista. Programa da Internacional Comunista. Setembro de 1928. Disponível em: http://www.hist-socialismo.com/docs/ProgramaIC1928.pdf. Acesso em: julho de 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Orbis Latina

Licença Creative Commons
Licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada.

A Revista Orbis Latina, ISSN 2237-6976, usa o Open Journal Systems (OJS 2.4.6.0), sistema de código livre gratuito para a administração e a publicação de revistas, desenvolvido com suporte e distribuição pelo Public Knowledge Project sob a licença GNU General Public License.

* Veja nosso perfil no Google Scholar.