A RELAÇÃO ENTRE A DÍVIDA PÚBLICA E A POLÍTICA MONETÁRIA NO BRASIL

Amarildo de Paula Junior, Murilo José Borges

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar a relação da dívida pública brasileira com a política monetária. O método utilizado para a realização do estudo foi o de Vetores Autoregressivos (VAR), pois todas as séries se apresentaram estacionárias em nível. Foram levantados dados mensais do Banco Central do Brasil e do Tesouro Nacional no período de janeiro de 2002 a junho de 2016. Os resultados encontrados mostram que apesar da Formação Bruta de Capital Fixo ter uma resposta maior na decomposição da variância da taxa SELIC Over dentre as variáveis utilizadas, a dívida pública também tem poder explicativo na variação dos juros. Tal cenário implica em que uma variação nos juros causa resposta na dívida pública, assim como uma variação da dívida pública causa um efeito nos juros.


Palavras-chave


Dívida pública, Taxa SELIC Over, Formação Bruta de Capital Fixo.

Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

AMARAL, Rafael Quevedo; OREIRO, José Luis. A Relação entre o mercado de divida pública e a politica monetária no Brasil. Revista de Economia Contemporânea, Rio de Janeiro, V. 12, N. 3, P. 461-517, SET. 2008. Disponível em: https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/5824/1/ARTIGO_RelacaoMercadoDivida.pdf. Acesso em: 18/12/2017.

BACEN - BANCO CENTRAL DO BRASIL. Disponível em: http://www.bcb.gov.br/ptbr/paginas/default.aspx#!/home. Acesso em: 22/10/2107.

BLANCHARD, Olivier. Fiscal Dominance and inflation targeting: lessons from Brazil. National bureau of economic research, 2004, Cambrigde. Disponível em: https://www.nber.org/papers/w10389. Acesso em: 11/11/2017.

SONAGLIO, Cláudia Maria; BRAGA, Marcelo José; CAMPOS, Antonio Carvalho. Investimento público e privado no brasil: evidências dos efeitos crowding-in e crowding-out no período 1995-2006. Revista EconomiA, 2010, 11.2: 383-401. Disponível em: http://www.anpec.org.br/revista/vol11/vol11n2p383_401.pdf. Acesso em: 18/11/2017.

CAMPOS NETO, Silvio. Dominância Fiscal e outros fatores de influência dos prêmios de risco no Brasil: uma análise do período sob o regime de metas para a inflação. Fundação Getúlio Vargas, 2005, São Paulo. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/1802. Acesso em: 14/07/2018.

CARNEIRO, Dionísio Dias; SALLES, Felipe Monteiro. Juros, câmbio e as imperfeições dos canais de crédito. Economia Aplicada, 2006, Rio de Janeiro. ENDERS, Craig K. Applied Missing Data Analysis. 2010, Nova York. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-80502006000100001&script=sci_arttext. Acesso em: 10/09/2017.

FRANCO, Gustavo H. B. Por que os juros tão altos, e o caminho para a normalidade? Centro de Liderança Pública, 2011, São Paulo. Disponível em: http://www2.riobravo.com.br/gustavofranco/Juros-CLP_Casa_do_Saber-GFranco_final.pdf. Acesso em: 15/11/2017.

FRANCO, Gustavo H. B.; RESENDE, André L.; PESSÔA S.; NAKANE M. Por que os juros são altos no Brasil? Centro de Liderança Pública, 2011, São Paulo.

FRANCO, Gustavo H. B. Notas sobre crowding out, juros altos e LFTs. Seminário IEPE – Casa das Garças, 2005, Rio de Janeiro. Disponível em: ftp://139.82.198.57/gfranco/LFTs_final_revista.PDF. Acesso em: 25/12/2018.

GIAMBIAGI, Fábio. Cenários para a Relação Dívida pública/PIB: Simulações e Perspectivas de Redução da Carga Tributária e da Relação Gasto Corrente/PIB. Revista do BNDES, Rio de Janeiro, V. 13, N. 26, P. 163-190, DEZ. 2006. Disponível em: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/2123. Acesso em: 17/11/2018.

GOLDFAJN, Ilan; GUARDIA, Eduardo. Regras Fiscais e sustentabilidade da dívida no Brasil. Banco Central, 2003, Brasília.

IPEA - INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA. Disponível em: http://www.ipeadata.gov.br. Acesso em: 22/10/2017.

TESOURO NACIONAL. Disponível em: http://www.tesouro.fazenda.gov.br/. Acesso em: 22/10/2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Orbis Latina

Licença Creative Commons
Licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada.

A Revista Orbis Latina, ISSN 2237-6976, usa o Open Journal Systems (OJS 2.4.6.0), sistema de código livre gratuito para a administração e a publicação de revistas, desenvolvido com suporte e distribuição pelo Public Knowledge Project sob a licença GNU General Public License.

* Veja nosso perfil no Google Scholar.