ESTADO E DEMOCRACIA: A LEGITIMAÇÃO PELA TRIBUTAÇÃO

Ezequiel Hedlund

Resumo


O processo de globalização mundial fez com que os Estados perdessem sua função de controle, especialmente sua essência de proteção e garantia de direitos, permitindo, por exemplo, que o mercado como credor da dívida do Estado ditasse as regras, incluindo quanto, quem e como eles devem tributar, perdendo uma lógica conceitual da democracia, que neste caso estaria tributando os desiguais de acordo com suas desigualdades. Portanto, o objetivo deste estudo é contribuir para o debate sobre tributação na legitimação de um Estado democrático. Diante disso, o conceito de estado é enfatizado e sua função é toda a essência da palavra proteção. A democracia se insere como a dinâmica das relações entre atores e instituições que lutam por direitos, justiça e equidade social. Partindo desses conceitos, insere-se o argumento em relação à tributação e, enfim, destacando que a aplicação de uma política tributária e fiscal baseada na realidade local, norteando a busca pela redução da desigualdade e concentração de renda, entre outros indicadores, é o primeiro passo para desencadear um processo de legitimação de um Estado de proteção e acima de tudo democrático.


Palavras-chave


Tributação; Estado; Democracia

Texto completo:

PDF

Referências


ALENCASTRO, Carlos Henrique dos Santos de. A tributação como instrumento de consolidação da democracia e realização de justiça social. Especialização em Direito Tributário e Finanças Públicas da Escola de Direito de Brasília – EDB/IDP. Brasília, 2016.

BARROS, Sérgio Resende de. Direitos humanos, paradoxo da civilização. Belo Horizonte: Del Rey, 2003

BASTOS, Elísio Augusto Velloso. A função tributária: Por uma efetiva função social do tributo. Revista de Informação Legislativa, p. 143, 2006.

BRASIL. Senado Federal. Código Tributário Nacional. Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/531492. Acessado em: 01/11/2019.

BULL, Hedley. A sociedade anárquica: um estudo da ordem na política mundial. Macmillan International Higher Education, 2012.

CARVALHO, Guilherme Augusto Batista. A Tributação e Democracia: anos 1990 e governo Dilma Rousseff. Revista Baru-Revista Brasileira de Assuntos Regionais e Urbanos, v. 3, n. 1, p. 120-126, 2017.

CRUZ, Danilo Uzêda da. Democracias, impasses, crises e alternativas. In: GONZÁLES, Maria Victória Espiñeira; CRUZ, Danilo Uzêda da. (ORG). Democracia na América Latina: Democratização, tensões e aprendizados. Buenos Aires: CLACSO; Feira de Santana: Editora Zarte, 2018.

GONÇALVES, Eugênio Celso Coordenador et al. Caderno 3: função social dos tributos. 2014. Disponível em: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/4253. Acessado em: 26/10/2019.

IPEA. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Disponível em: www.ipea.gov.br. Acessado em: 06/12/2019.

OLIVEIRA, Régis Fernandes de; HORVATH, Estevão. Manual de Direito Financeiro. 3º ed. São Paulo: RT, 1999.

OLIVEIRA, Renata Peixoto de. Muito além de direitas e esquerdas: Os giros e a densidade dos regimes democráticos na América do Sul. In: GONZÁLES, Maria Victória Espiñeira; CRUZ, Danilo Uzêda da. (ORG). Democracia na América Latina: Democratização, tensões e aprendizados. Buenos Aires: CLACSO; Feira de Santana: Editora Zarte, 2018.

Receita Federal do Brasil. Carga Tributária no Brasil-Análise por Tributos e Bases de Incidência. Ministério da Fazenda, 2015.

SILVA, Fabrício Pereira da; BALTAR, Paula; LOURENÇO, Beatriz. Colonialidade do saber, dependência epistêmica e os limites do conceito de democracia na América Latina. In: GONZÁLES, Maria Victória Espiñeira; CRUZ, Danilo Uzêda da. (ORG). Democracia na América Latina: Democratização, tensões e aprendizados. Buenos Aires: CLACSO; Feira de Santana: Editora Zarte, 2018.

SILVA, Micael Alvino da; COSTA, Alexandre Barros da. Tributando o consumo: Uma análise sobre as políticas tributárias do Brasil e do Paraguai. Revista Orbis Latina, Foz do Iguaçu, 2018.

TAVARES, FMMT. A concorrência tributária como signo de descaracterização dos Estados Constitucionais nos processos de globalização. Tributação em Revista, ano 12, n° 49, jul./set. 2005

TILLY, Charles. Ciudades y Estados en la historia universal. In: Coerción, Capital y los Estados europeos. 990-1990, Madrid: Alianza Editorial, 1992.

TILLY, Charles. Coerção. Capital e Estados Europeus 990-1992. São Paulo: Edusp, 1996.

TILLY, Charles. Contention and democracy in Europe, 1650-2000. Cambridge. Cambridge University Press, 2004.

TILLY, Charles. War Making and State Making as Organized Crime. In: EVANS, Peter; RUESCHEMEYER, Dietrich; SKOCPOL, Theda. Bringing the State Back. Cambridge: Cambridge University Press, 1985, pp. 169-187.

TIPKE, Klaus; YAMASHITA, Douglas. Justiça fiscal e princípio da capacidade contributiva. São Paulo: Malheiros, 2002.

VIOL, Andréa Lemgruber. A finalidade da tributação e sua difusão na sociedade. Seminário de Políticas Tributárias, v. 2, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Orbis Latina

URL da licença: https://www.gnu.org/licenses/gpl-3.0.pt-br.html

Licença Creative Commons
Licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada.

A Revista Orbis Latina, ISSN 2237-6976, usa o Open Journal Systems (OJS 2.4.6.0), sistema de código livre gratuito para a administração e a publicação de revistas, desenvolvido com suporte e distribuição pelo Public Knowledge Project sob a licença GNU General Public License.

* Veja nosso perfil no Google Scholar.