A música e o bem viver.

Filipe de Andrade Vaz Parente, Saulo Ferreira Feitosa

Resumo


Este artigo busca refletir sobre as relações entre a música e o bem viver. Para tanto, pretende problematizar a ideia de bem viver com foco na vida digna e no bem estar dos seres humanos tanto em sua subjetividade quanto no âmbito das sociedades e culturas. Nesse sentido, o trabalho busca aprofundar a compreensão do que seja o bem viver, e como ele se expressa em suas múltiplas dimensões. Igualmente procura observar e analisar quais as contribuições da música, em seu sentido mais amplo, que não somente o de manifestação artística, para a promoção do bem viver em âmbito social e individual.


Texto completo:

PDF

Referências


ACOSTA, Alberto. O Buen Vivir: uma oportunidade para imaginar outro mundo.

AGAMBEN, Giorgio. Homo Sacer: o poder soberano e a vida nua I. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002.

AREIAS, José Carlos. A música, a saúde e o bem estar. Rev. Nascer e Crescer, vol. XXV, nº 1, Porto-Portugal: 2016.

ARIAS, Patricio Guerreiro. Corazonar el sentido de las epistemologias dominantes desde las sabidurías insurgentes. CALLE14, volumen 4, número 5//julio-deciembre: 2010.

BARRETO, Adalberto de Paula. Terapia comunitária passo a passo. Fortaleza: Gráfica LCR, 2005.

CHOQUEHUANCA, David. 25 Postulados para entender o Bem Viver. Disponível em:http://www.economiasolidaria.org/noticias/vivir_bien_propuesta_de_modelo_de_gobierno_en_bolivia. Entrevista concedida em 23 de fevereiro de 2010: 2010.

FEITOSA, Saulo. Perspectivas Éticas Indígenas (Indigenous Ethical Perspectives). Encyclopedia of Global Bioethics. 1ed. Springer International Publishing, USA, 2015.

IBAÑEZ, Mario Rodríguez. Conversatório sobre o Bem Viver – desafios do fazer político em nosso tempo. Rev. Ponto de Debate n. 4. Fundação Rosa Luxemburgo: jan, 2016.

PIERRI, Daniel Calazans. GUATA PORÃ – Belo caminhar. CTI, São Paulo: 2015.

RODRÍGUEZ, Edwin Cruz. Hacia una ética del vivir bien-buen vivir. Producción + Limpia - Julio - Diciembre de 2014. Vol.9, No.2 – 11-22: 2014.

SUESS, Rodrigo Capelle. Uma leitura do estado de Goiás (Brasil): elos entre música, território e lugar. Cuadernos de Geografía: Revista Colombiana de Geografía 25 (1): 195-206. DOI: 10: 2015.

VALENTE, H. de A. D. Paisagens sonoras, trilhas musicais: retratos sonoros do Brasil. Per Musi, Belo Horizonte, n.28, 2013, p.239-249.

WAZLAWICK, Patrícia; CAMARGO, Denise; MAHEIRIE, Kátia. Significados e Sentidos da Música: uma breve “composição” a partir da psicologia histórico-cultural. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 12, n. 1, p. 105-113, jan./abr. 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Filipe de Andrade Vaz Parente, Saulo Ferreira Feitosa