Ei, você aí macho discreto, chega mais, cola aqui, vamos bater um papo reto

Tratando de masculinidades e vivências negras

Autores

  • Pedro Barcellos Rodrigues Juliano Graduando UFOPA

Resumo

O objetivo deste artigo é construir um ensaio sobre o homem negro gay, queer ou que tem conduta contraria a construída, sendo frequentemente pontuada como a de um “homem com H maiúsculo”, trazendo como elemento central da discussão personagens negros icônicos que de alguma forma inscreveram suas existências diante de estruturas que violentaram e buscaram sua anulação na história do Brasil. Estes personagens apresentaram personas que fizeram sobreviver um assunto que por muito tempo foi abafado e localizado subterraneamente por um processo intenso e duradouro de racismo que se articulava fobias sexuais racializadas sobre o corporalidade de homens negros e suas inúmeras interseccionalidades. Discutiremos gênero e sexualidade, pensando masculinidades negras e orientação sexual, entendendo como alguns personagens, em outros momentos históricos resistiram para ter a sua identidade respeitada. Finalmente, iremos articular a nossa discussão com textos produzidos por intelectuais como Deivison Faustino, Geisa Rodrigues e Ari Lima, finalizando com a “bixa preta” e “geração tombamento” em contexto atual.

Downloads

Publicado

2021-02-26

Edição

Seção

Artigos/Ensaios