Revista SURES


A revista SURES, de periodicidade semestral e em formato digital,  surge com a proposta de apoiar a pesquisa interdisciplinar e de contribuir para o desafio de pensar de modo plural as epistemologias do hemisfério sul. Por isso se define como veículo de desafios, difusão e debate de ideias, estudos e relatos de experiências, além de se constituir em espaço aberto à comunidade acadêmica, não apenas latino-americana mas internacional, que traduzam reflexões de caráter transnacional sobre temas dos mais variados enfoques e que iluminem as relações interculturais no século XXI.

O veículo se constituirá em um espaço aberto à comunidade acadêmica, com foco na atividade crítica, tanto no que diz respeito às categorias conceituais como em seus desdobramentos estéticos, éticos e políticos.

A revista SURES tem ainda o propósito de divulgar conhecimentos, saberes, línguas originárias e propostas teóricas e práticas inéditas sobre a atuação na pesquisa do Instituto de Arte, Cultura e História da Universidade Federal da Integração Latino-americana e contribuir para a formação de recursos humanos na pós-graduação.

 

Conselho Editorial

 

Notícias

 

Chamada Dossiê N°14: Formação Docente na América Latina: a Pedagogia Decolonial em debate

 

Chamada aberta até o dia 05/02/2019

DOSSIÊ TEMÁTICO

Formação Docente na América Latina:  a Pedagogia Decolonial em debate.

 

O dossiê visa a oportunizar a reflexão e o debate sobre temas relativos à formação docente na América Latina. A Pedagogia Decolonial ganhará destaque por apresentar-se como uma perspectiva comprometida em analisar criticamente a problemática colonial, bem como por evidenciar a potencialidade do enfrentamento aos processos de desvalorização do saber latino-americano desencadeados pela supervalorização do saber eurocêntrico. Procura-se favorecer a construção de condições radicalmente diferentes sobre outros modos de viver, pensar e saber.

Por fim, a Pedagogia Decolonial, aspecto central no presente Dossiê, possibilita a deconstrução de paradigmas impostos ou herdados, uma vez que se revela como um eixo crítico destes e, em consequência, fundamental na abertura de novos caminhos de formação de professores(as) no contexto latino-americano e caribenho. 

 

DOSSIÊ TEMÁTICO

 

Formación docente en América Latina: la Pedagogía Decolonial en Debate.

 

El Dossier pretende posibilitar la reflexión y el debate sobre temáticas relativas a la formación docente en América Latina. La Pedagogía Decolonial será destacada por presentarse como una perspectiva comprometida en analizar críticamente la problemática colonial, bien como evidenciar la potencialidad del enfrentamiento a los procesos de desvalorización del saber latino-americano desencadenados por la supervaloración del saber eurocéntrico. Se pretende favorecer la construcción de condiciones radicalmente diferentes sobre otros modos de vivir, pensar y saber.

Finalmente, la Pedagogía Decolonial, aspecto central del presente dossier, posibilita la deconstrucción de paradigmas impuestos o heredados, puesto que se revela como un eje crítico de éstos y, en consecuencia, fundamental en la abertura de nuevos caminos de formación de profesores(as) en el contexto latinoamericano y caribeño.

 

Editores(as) / organizadores(as):

Professora Juliana Franzi – UNILA

Professor Miguel Ahumada Cristi – UNILA

Professora Jorgelina Tallei – UNILA

Professor Fernando José Martins – UNIOESTE

Professor Héctor Salinas – UNIVERSITAT DE BARCELONA

 
Publicado: 2018-10-11
 
Outras notícias...

n. 11 (2018)


Capa da revista
Créditos: Ivan Freire.