Concepções e expectativas de licenciandos em Química sobre o Estágio Supervisionado

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30705/eqpv.v5i1.2522

Resumo

Este trabalho investiga as concepções e expectativas de licenciandos em Química em torno do Estágio Supervisionado, no contexto da unidade curricular intitulada Socialização de Estágio A, que foi iniciada no primeiro semestre letivo de 2020 da Universidade Federal de São João del-Rei. Para isso, partimos de uma pergunta divulgada no fórum on-line de discussão, a partir da qual foi possível delinear as compreensões dos discentes à luz dos referenciais apresentados e dos documentos oficiais regulamentadores. Inicialmente, as análises mostraram a necessidade de reformular a etapa de observação escolar, devendo essa ser permeada por uma reflexão crítica. Além disso, concepções e expectativas também circundam em torno da "aplicação do conhecimento adquirido" ao longo da graduação, apontando indícios ainda existentes do modelo da racionalidade técnica. Para outros estagiários, essa vivência no Estágio Supervisionado fomenta a ressignificação das ações no ambiente escolar, exigindo organização, planejamento e pesquisa. 

Biografia do Autor

Wallace Alves Cabral, Universidade Federal de São João Del-Rei

Mestre e Doutor em Educação. Licenciado em Química. Professor adjunto do Departamento de Ciências Naturais da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).

Andreia Francisco Afonso, Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutora em Ciências pela Universidade federal de São Carlos. Professora do Departamento de Química, do Programa de Pós-Graduação em Química e da Especialização em Ensino de Ciências e Matemática nos anos Iniciais da UFJF

Referências

AFONSO, A. F. Os professores da escola de Educação Básica e suas contribuições na formação dos bolsistas de iniciação à docência da área de Química. Tese (Doutorado em Ciências). Programa de Pós-Graduação em Química, Universidade Federal de São Carlos, 2013. 161f.

BENITES, L. C.; SOUZA NETO, S.; BORGES, C.; CYRINO, M. Qual o papel do professor-colaborador no contexto do estágio curricular supervisionado na Educação Física? Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v.20, n.4, p.13-25, 2012.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CP n. 15/2005. Brasília, 2005.

BRASIL. Projeto Pedagógico do Curso de Química – Grau Acadêmico Licenciatura. Universidade Federal de São João del-Rei. São João del-Rei - MG, 2018.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP n. 02/2015, de 1o de julho de 2015. Brasília, Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, seção 1, n. 124, 02 de julho de 2015.

CABRAL, W. A.; FLÔR, C. C. (Re)pensando as práticas de escrita na disciplina de estágio supervisionado em química: com a palavra, os estagiários. Ensaio: Pesquisa em Educação em Ciências (Online), v. 18, p. 161-174, 2016.

GHEDIN, E.; ALMEIDA, M. I. de; LEITE, Y. U. F. Formação de Professores: Caminhos e Descaminhos da Prática. Brasília: Liber: Livro Editora, 2008.

JARMENDIA, A. M. Paradigmas de formação docente: relato de uma experiência de formação. In: JARMENDIA, A. M; UTUARI, S (orgs). Formação de professores e estágios supervisionados: fundamentos e ações. São Paulo: Terracota, 2009.

LIMA, M. S. L; AROEIRA, K. P. O estágio curricular em colaboração, a reflexão e o registro reflexivo dos estagiários: um diálogo entre a universidade e a escola. In: GOMES, M. O. (org.). Estágio na formação de professores: possibilidades formativas entre ensino, pesquisa e extensão. 1a edição. São Paulo: Loyola, 2011.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: E.P.U., 2012.

MELO, L. B. C. de; SOUZA, M. A. de; SILVA, J. G. da. Motivação para a aprendizagem em crianças escolares: revisão narrativa. Revista Eletrônica Acervo Científico, v.10, p.1-7, 2020.

MERRIAM, S. B. Pesquisa qualitativa: um guia para o design e implementação. 2. ed. São Francisco: Jossey-Bass, 2009.

MINAYO, M. C. S. O Desafio do Conhecimento – Pesquisa Qualitativa em Saúde. 10. ed. Editora Hucitec, São Paulo, 2007.

PIMENTA, S. G. O Estágio na Formação de Professores: unidade Teoria e Prática? São Paulo: Cortez, 11a edição, 2012.

PIMENTA, S. G.; LIMA, M. S. L. Estágio e Docência. São Paulo: Cortez, 2012.

_______. Diferentes concepções do Estágio Obrigatório. In: GURIDI, V. M.; PIOKER-HARA, F. C. (org). Experiências de Ensino nos estágios obrigatórios. Campinas, SP: Editora Alínea, 2013.

SANTOS, H. dos. O Estágio Curricular na Formação de Professores: Diversos Olhares. 2004. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2004.

Downloads

Publicado

2021-07-02

Edição

Seção

Dossiê: Estágio Supervisionado na Licenciatura em Química - diferentes olhares