A leitura em/de uma biblioteca escolar em La Habana

Autores

  • Naiane Carolina Menta Tres Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Elisa Maria Ficanha Furlan

Resumo

Resumo: O presente artigo consiste na análise de uma biblioteca escolar de La Habana, Cuba, por meio da entrevista com a bibliotecária responsável e do referencial teórico organizado. A proposta de pesquisa surgiu através de uma viagem para o país, incluindo uma visita ao espaço escolar, no primeiro semestre de 2018. A temática se justifica pelo interesse no divulgado bom desempenho educacional de Cuba e na oportunidade de aprofundar o conhecimento de mediação leitora em um país pictórico. Para a realização da análise, levou-se em conta o relato da visita e a entrevista realizada com a mediadora de leitura, bem como algumas considerações em torno do sistema educacional cubano e seu histórico, a fins complementares. Os resultados permitiram identificar que o acervo da biblioteca escolar localizada em La Habana é composto por número considerável de livros didáticos e literários, além de apresentar outros materiais como cartazes temáticos, revistas, mapas, entre outros. O empréstimo de acervos é aberto a comunidade, sem cobrança de multa por atrasos ou falta de devolução; há um incentivo institucional para que a família seja inserida no sistema educacional - sobretudo no caso dos alunos menores-, e a leitura assume o aspecto socializador e de comprometimento com a formação leitora, considerando as observações realizadas.

 

Palavras-chave: Leitura, Biblioteca escolar, Mediação leitora.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Edição

Seção

Espaços da literatura na América Latina: biblioteca, escola e comunidade