Jogos digitais e os três momentos pedagógicos: Avaliando o potencial do jogo Angry Birds para motivar os alunos a aprender Física

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30691/relus.v3i2.1769

Resumo

Este trabalho avalia o potencial da utilização de jogos digitais não educativos como forma de motivar os alunos a aprender Física. Para isso, desenvolveu-se e aplicou-se uma sequência didática embasada nos Três Momentos Pedagógicos (3MP), na qual o jogo Angry Birds foi utilizado para investigar os conhecimentos prévios de alunos do nono ano do ensino fundamental II de uma escola pública estadual localizada em São José dos Pinhais-Pr. Os resultados obtidos contribuíram para demonstrar que os jogos podem ser um importante motivador para o aprendizado, desde que sua utilização seja embasada em uma metodologia de ensino. Conclui-se também que a metodologia de ensino adotada contribuiu para a inserção do jogo em sala de aula de maneira produtiva, reforçando que é necessário que o professor efetue uma reflexão sobre como e o porquê um jogo deverá ser utilizado, tornando-o parte do processo pedagógico e não apenas uma distração.

Referências

DELIZOICOV, D; ANGOTTI, J, A; Pernambuco; M, M. Ensino de Ciências: Fundamentos e Métodos; colaboração Antônio Fernando Gouvêa da Silva. – 4. ed.—São Paulo: Cortez, 2011- ( Coleção Docência em Formação/ coordenação: Antônio Joaquim Severino, Selma Garrido Pimenta). p. 173-298.

MUENCHEN, Cristiane.; DELIZOICOV, Demétrio. Os três momentos pedagógicos e o contexto de produção do livro “Física”. Revista Ciência & Educação, v. 20, n. 3, p. 617-638, 2014.

PFIFFER, Claudiamara da Silva. BAIER, Tânica. Jogos para o estudo da matemática no ensino fundamental. Revista Dynamis. FURB, Blumenau, v20(1), p.3-16. 2014.

PRENSKY, Marc. Nativos digitais, imigrantes digitais. On the horizon, v. 9, n. 5, p. 1-6, 2001.

QUESADA, Beatriz. Conheça a história do uso dos jogos na educação. Disponível em: http://www.revistaeducacao.com.br/conheca-a-historia-do-uso-dos-jogos-na-educacao/. Acessado em 20 de setembro de 2017.

SANTANA, Alexandre. NASCIMENTO, Paulo Roberto. A história do lúdico na educação. REVEMAT, v06(02), p.19-36. 2011.

SILVA, Tania Cristina. AMARAL, Carmem Lúcia Costa. Jogos e avaliação no processo ensino-aprendizagem: uma relação possível. REnCiMa, v2(1), p1-8. 2011

SILVA, Maria de Paula de Morais. SILVA, Renally G. SILVEIRA, Alessandro F. Abordagem lúdica nas aulas de física: utilização de um jogo sobre astronomia. V Encontro de Iniciação à Docência da UEPB, 2015.

TURELLA, Eduaro Henrique Fontanha Cavalcante de Oliveira. Jogo para apoio ao ensino e aprendizagem utilizando conceitos de gamificação. Trabalho de Conclusão do curso de Sistemas de Informação da UNIRIO. 2014

YAMAZAKI, Sérgio Choiti. YAMAZAKI, Regiani Magalhães de Oliveira. Jogos para o ensino de Física: elaboração e utilização espontânea ou método teoricamente fundamentado? RBECT, vol 7(1) p 159-181. 2014

ZAGAL, JOSE. Ludoteracy: Defining, understanding. and supporting games education. Ed. 1 Pittsburg: ETC Press. 2011.

Downloads

Publicado

2020-04-02