"E esse lixo aí, é seu?”: uma oficina temática para o ensino fundamental I

Autores

  • Moana Mariana Aleixo Lana e Silva Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Graziela Piccoli Richetti Departamento de Ciências Exatas e Educação Universidade Federal de Santa Catarina - Campus Blumenau

DOI:

https://doi.org/10.30705/eqpv.v2i2.1404

Resumo

A Alfabetização Científica torna-se cada vez mais necessária para a formação dos cidadãos e essa ideia é defendida por pesquisadores do Ensino de Ciências em diferentes países. Nesse trabalho, planejamos e aplicamos a oficina temática “E esse lixo aí, é seu?” em uma turma da quinta série do Ensino Fundamental de uma escola pública de Juiz de Fora/MG. Apresentamos situações limite para os estudantes se posicionarem sobre tema lixo, oportunizando a construção de conhecimentos e argumentos para que possam utilizá-los em suas vidas, capacitando-os para a tomada de decisões autônomas. As atividades foram organizadas segundo os Três Momentos Pedagógicos: problematização inicial, organização do conhecimento e aplicação do conhecimento. Foram abordadas relações éticas, sociais e ambientais relacionadas ao lixo, bem como os diferentes materiais descartados no lixo. Considera-se que a alfabetização científica é primordial nesse processo e contribuirá para um futuro digno, liberto de exclusões, preconceitos, medos e incertezas.

Biografia do Autor

Moana Mariana Aleixo Lana e Silva, Universidade Federal de Juiz de Fora

Licenciada em Pedagogia e estudante do curso de Especialização em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Federal de Juiz de Fora

Referências

BRASIL, Ministério da Educação – MEC, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Ciências naturais (1a a 4 a série). Secretaria de Educação fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Ciências da Natureza no Ciclo de Alfabetização. Caderno 08/ Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica, Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. – Brasília: MEC, SEB, 2015.

CHASSOT, A. I. Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. 6. ed. Ijuí: Unijuí, 2014.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J. A.; PERNAMBUCO, M. M. Ensino de Ciências: fundamentos e métodos. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J. A.; Metodologia do Ensino de Ciências. São Paulo: Cortez, 1994.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 47. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2008.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. São Paulo: Paz e Terra, 1980.

GIL-PÉREZ, D.; VILCHES, A. Educación Ciudadana y Alfabetización Científica: Mitos y Realidades. Revista Iberoamericana de Educación, n. 42, p.31-53, 2006.

HALMENSCHLAGER, Karine R. Abordagem temática no ensino de ciências: algumas possibilidades. Vivências, v.7, n.13, p.10-21, out. 2011.

LORENZETTI, L.; DELIZOICOV, D. Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. Ensaio – Pesquisa em Educação em Ciências, v.3, n.1, jun. 2001.

MARCO, B. La alfabetización científica. In: PERALES, F.; CANAL, P. Didáctica de las Ciências Experimentales. Alcoy: Marfil, 2000, p.141-164.

ROMANATTO, M. C.; VIVEIRO, A. A. Alfabetização Científica: um direito de aprendizagem. In: BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de apoio à gestão educacional. Pacto Nacional pela Alfabetização na idade certa. Ciências da Natureza no ciclo de alfabetização. Caderno 08, p. 9-18. Brasília: MEC, SEB, 2015.

SASSERON, Lúcia H.; CARVALHO Anna M. P. Alfabetização Científica: uma revisão bibliográfica. Investigações em Ensino de Ciências, v.16, n.1, p. 59-77, 2011.

SELBACH, Simone. Ciências e Didática. Coleção Como Bem Ensinar. Petrópolis: Vozes, 2010.

VERRANGIA, Douglas; SILVA, Petronilha. Cidadania, relações étnico-raciais e educação: desafios e potencialidades do ensino de ciências. Educação e pesquisa - São Paulo, v. 36, n. 3, p.705-718, set/dez.2010.

Downloads

Publicado

2019-01-31

Edição

Seção

Produtos Educacionais e Intervenções em Sala de Aula