Catarse do I Encontro dos Estágios amalgamados pela música no Ensino de Química: possibilidades de interação entre a escola e a universidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30705/eqpv.v5i1.2492

Resumo

Neste artigo tecemos discussões sobre o evento intitulado de I Encontro dos Estágios em que a música amalgamou todo o processo. Foi desenvolvido na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) na cidade de Dourados, Mato Grosso do Sul, no ano de 2019. Os atores envolvidos foram estagiários do curso de Licenciatura em Química, professores da Educação Básica e professores do Ensino Superior. Nosso objetivo foi de investigar o delineamento das etapas dos Estágios Supervisionados I e III que reverberaram no I Encontro dos Estágios. Para isto, utilizamos como material de análise 18 portfólios desenvolvidos pelos licenciandos e os diários das professoras/pesquisadoras. Fundamentamos na pesquisa participante e utilizamos a Análise de Conteúdo (AC) para compreensão deste material empírico. Esta abordagem nos oportunizou compreender as emoções despertadas nos sujeitos durante o desenvolvimento deste Encontro e as vivências possibilitadas pela música, além do papel da interação e do diálogo na formação dos futuros professores.

Biografia do Autor

Joice Menezes Lupinetti, Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul

Graduada na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) , pela Faculdade de Ciências Exatas e tecnologia (FACET) , no curso de Química- Licenciatura e Bacharelado. Especialista em Educação Matemática e Ensino de Ciências pela Universidade Federal da Grande Dourados. Mestranda no curso de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS). Professora contratada pela Secretária de Educação do Estado do Mato Grosso do Sul (SED-MS).

Adriana Marques de Oliveira, Universidade Federal da Grande Dourados

Possui graduação em Licenciatura Plena em Química pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul; Mestrado em Ensino de Ciências, na Área de Ensino de Química pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul; Doutora do Programa Educação para Ciência, da Unesp Campus de Bauru, no qual participa regularmente das reuniões do Grupo de Pesquisa de Educação Continuada de professores e Avaliação Formativa, cujos estudos referem-se a textos de interesse comum, discussão de trabalhos dos pós-graduandos, discussão dos projetos do Observatório da Educação e dos seus respectivos Pequeno Grupo de Pesquisa (PGP) . Trabalhou como docente convocada na Educação básica e na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). Atualmente exerce o cargo de docente efetiva na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), na área de Educação Química. Atua como coordenadora do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID). Sua linha de interesse envolve as interações Ciência - Tecnologia-Sociedade -Ambiente (CTSA) e a investigação do processo formativo de professores tanto inicial quanto continuada no Ensino de Ciências. Atua como professora permanente do Programa de Mestrado Profissional em Educação Científica e Matemática da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul e como colaboradora do Programa de Pós Graduação do Mestrado em Ensino de Ciências da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul.

Referências

AMBRÓSIO, M.. Avaliação, os registros e o portfólio: ressignificando os espaços educativos no ciclo das juventudes. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015.

BAKHTIN, M. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução de Michel Lauch e Iara Frateschi Vieira. 6.ed. São Paulo: Editora Huritec 1992.

___________. Estética da criação verbal. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

__________. Marxismo e filosofia da linguagem. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2006.

BARBOSA, J. G.; HESS, R. O diário de pesquisa: o estudante universitário e seu processo formativo. Brasília: Liber Livro, 2010.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 1977.

BORTOLETTO, Adriana. Formação Continuada de Professores: A Experiência de uma Temática Sociocientífica na Perspectiva do Agir Comunicativo. 2013. 237 f. Tese (Doutorado) - Curso de Programa de Pós- Graduação em Educação Para A Ciência, Unesp, Bauru, 2013.

BRASIL. Projeto Pedagógico Do Curso De Licenciatura Em Química, UFGD, 2017. Disponível em: <http://files.ufgd.edu.br/arquivos/arquivos/78/COGRAD/PPC%20QUI-MICA%20LICENCI

ATURA%202017>. Acessado em: 27 jul. 2020.

______. Decreto-lei nº 4.073, de 30 de janeiro de 1942. Lei orgânica do ensino industrial. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 30 jan. 1942.

_______. Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008. Dispõe sobre o estágio de estudantes; altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 set. 2008.

CALHEIRO, E. da S. Moura; SEVERO FILHO, W. A.; CALHEIRO, N. Paródia musical: metodologias lúdicas como estratégia para estimular o aprendizado em Química. In: Encontro Nacional de Ensino e Química, 17., 2014, Ouro Preto. Anais VXII Encontro Nacional de Ensino de Química. Ouro Preto: UFOP, 2014.

CAPONI, A. P.; SANTOS, C. G. dos; SILVA, J. N. M. da; COSTA, L.; MARQUES, L. A problematização e os Momentos Pedagógicos: possibilidades de integração teoria-prática na formação inicial de professores. In: Encontro Nacional de Ensino e Química, 17., 2014, Ouro Preto. Anais XVII Encontro Nacional de Ensino de Química. Ouro Preto: UFOP, 2014.

CHAPANI, D.T. e SOARES, M.N. F. Teoria crítica e formação docente: algumas contribuições fundamentadas nos pensamentos de Benjamin e Habermas. In: ORQUIZA-DE-CARVALHO, L.M.; CARVALHO, W.L.P.; JUNIOR, J.L. (Org.). Formação de professores, questões sociocientíficas e avaliação em larga escala: aproximando a pós-graduação da escola. 1 ed. São Paulo: Escrituras, p. 125-147, 2016.

CRESWELL, J. W. Métodos Qualitativo, Quantitativo e Misto. 3ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

COLOMBO, I. M.; BALLÃO, C. M. Histórico e aplicação da legislação de estágio no Brasil. Educar em Revista, Curitiba, n. 53, p. 171-186, 2014.

DIAS, G. da S.; MESSEDER, J. C. DVD-ROM “(En) cantando com a ciência”: possibilidades para o uso da música na abordagem de temas sociais químicos nos anos iniciais. In: Encontro Nacional de Ensino de Química, 18., 2016, Florianópolis. Anais XVIII Encontro Nacional de Ensino de Química. Florianópolis: UFSC, 2016.

FERREIRA, M. Como Usar a Música na Sala de Aula. São Paulo: Contexto, 2013.

FIGUEIREDO, L. A. V.; CONDO, T.; NEVES, R. M. de A.; SILVA JUNIOR, A. A. da; SOUZA, J. da S.. Festival de música como proposta para a formação inicial de professores de química: relato de caso na região do Grande ABC (SP). In: Encontro Nacional de Ensino de Química, 18., 2016, Santa Catarina. Anais XVIII Encontro Nacional de Ensino de Química. Santa Catarina: UFSC, 2016.

FREIRE, P. Educação como prática de liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

GABARRÓN, L. R.; LANDA, L.H. O que é a pesquisa participante? In: In: BRANDÃO, C. R.; STRECK, D.R. Pesquisa Participante: o saber da partilha. 3. ed. São Paulo: Ideias e Letras, p. 93-121, 2006.

LONGHI, A. J. A ação educativa na perspectiva da teoria do agir comunicativo de Jürgen Habermas: uma abordagem reflexiva. 2005. 173 f. Tese (Doutorado) - Curso de Pós-Graduação em Educação, Unicamp, Campinas, 2005.

LUPINETTI, J. M.; MARQUES-DE-OLIVEIRA, A.; MIRANDA, E. M.; PEREIRA, A. de S. O Uso da Técnica Vocal para Potencializar a Formação de Futuros Professores. In: Encontro Nacional de Ensino de Química, 18., 2016, Santa Catarina. Anais XVIII Encontro Nacional de Ensino de Química. Santa Catarina: UFSC, 2016.

LÜDKE, M. ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em Educação: Abordagens Qualitativas. 2ª ed. Rio De Janeiro. E.P.U, 2017.

MARAGLIA, P. H.; VOGEL, M. Uma experiência relatada: Saber reutilizar é a saída. In: Encontro Nacional de Ensino de Química, 18., 2016, Florianópolis. Anais XVII Encontro Nacional de Ensino de Química. Florianópolis: UFSC, 2016.

MARQUES-DE-OLIVEIRA, A. A formação continuada no Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio: busca de ressignificação por meio do agir dialógico-comunicativo. 2016. 253 f. Tese (Doutorado) - Curso de Programa de Pós- Graduação em Educação para a Ciência, Unesp, Bauru, 2016.

MÓL, G. de, S. Pesquisa Qualitativa Em Ensino De Química. Revista Pesquisa Qualitativa. São Paulo (SP), v.5, n.9, p. 495-513, dez. 2017. Disponível: < https://ojs.netlink.com.br/index.php/rpq/article/view/140> Acesso: 10 jun. 2020.

SAKAMOTO, A. M.; MORAES, N. Á.; SOARES, E. C. Uma prática pedagógica interdisciplinar: Pibid Química/Música/Cuiabá/UFMT na possibilidade de ensinar através do disco de vinil. In: Encontro Nacional de Ensino de Química, 15., 2016, Florianópolis. Anais XV Encontro Nacional de Ensino de Química. Florianópolis: UfSC, 2016.

SANTOS, D. C.; SILVA, C. S. da. O Disco “Quanta”, de Gilberto Gil, performatizado por pibidianos em Química: lançando luz sobre o processo formativo. In: Encontro Nacional de Ensino de Química, 19., 2018, Rio Branco. Anais XIX Encontro Nacional de Ensino de Química. Rio Branco: UFAC, 2018.

SOUZA, S. E. de. O uso de recursos didáticos no ensino escolar. In: Encontro de Pesquisa em Educação, Jornada de Prática de Ensino, Semana de Pedagogia da UEM, 1., 4., 8., 2007, Maringá. Anais Arquivos do Mudi. Maringá: UEM, 2007.

PETRACCA, R. Música e Alteridade uma abordagem bakhtiniana. Curitiba: Appris, 2018.

PIMENTA, S. G; LIMA, M. S. L; Estágio e Docência: São Paulo: Cortez, 2017.

VILLAS BOAS, B. M. de F. Portfólio, avaliação e trabalho pedagógico. Coleção Magistério: Formação e Trabalho Pedagógico. Campinas, SP: Ed. Papirus, 2004.

Downloads

Publicado

2021-07-02

Edição

Seção

Dossiê: Estágio Supervisionado na Licenciatura em Química - diferentes olhares