Resenha: O Nordeste, a dialética da literatura universal e a nova geração de escritores

Autores

  • Manuella Bezerra de Melo Uminho

Resumo

Brasil, 2021. Torto Arado, publicado em 2019 pela editora Todavia, o primeiro romance escrito e publicado pelo baiano Itamar Vieira Júnior, vence todos os mais importantes prêmios da literatura de língua portuguesa, começando pelo Leya, passando ao Oceanos até o celebrado Jabuti. A realização de Torto Arado é inédita na história da literatura recente. Nenhum romance movimentou tanto o mercado, nem tomou a proporção deste. Entre as notícias mais acessadas pelo público leitor, uma delas, publicada pela muito popular Revista Veja, afirma no seu título que Torto Arado dá novo fôlego ao romance regional. Mas ainda faz sentido debater Regional e Universal na literatura de agora?

Referências

BOSI, A. (1997). História concisa da literatura brasileira. 35.ed.São Paulo: Cultrix.

DALCASTAGNÉ, R. (2012). Literatura Contemporânea Brasileira, um território contestado. São Paulo, Brasil: Brasiliense.

CANDIDO, A. (2004). O direito à literatura. In: Vários Escritos. São Paulo: Duas Cidades.

DELEUZE, G e PARNET, C. (1997). Kafka: por uma literatura menor. Rio de Janeiro: Imago, Diálogos.

Outras Referências

FIGUEREDO, E. (2020). Notas sobre o romance regional retirado de http://gelbcunb.blogspot.com/2020/12/notas-sobre-o-romance-regional.html. Ultimo acesso: 27 de fevereiro de 2020.

Downloads

Publicado

2022-04-27

Como Citar

Bezerra de Melo, M. (2022). Resenha: O Nordeste, a dialética da literatura universal e a nova geração de escritores. Frontería evista o rograma e Pós-Graduação m iteratura omparada, 2(3), 146–151. ecuperado de https://revistas.unila.edu.br/litcomparada/article/view/3082