Imaginação e avaliação pelo modelo do EGameFlow em um jogo digital sobre ácidos e bases

Autores

Palavras-chave:

Imaginação, Jogo digital, Egameflow, Avaliação

Resumo

Este trabalho tem como objetivo apresentar resultados de uma avaliação do jogo digital Batalha Quimicard a partir do modelo do EGameFlow e do papel da imaginação na construção de possíveis novos significados sobre o conteúdo de ácidos e bases. A partir de uma pesquisa exploratória, os dados foram coletados remotamente através da resolução de um questionário disponível na plataforma Google Formulários com dez participantes, após jogarem o Batalha Químicard. A análise se deu em dois momentos: a identificação de possíveis novos significados sobre o conteúdo ácidos e bases projetados no chamado horizonte de aprendizagem a partir da mecânica do jogo e avaliação com a utilização dos critérios do modelo do EGameFlow. Observamos que os participantes prospectaram novos conhecimentos no horizonte de aprendizagem, o que aponta a potencialidade da mecânica do jogo na mobilização de conhecimentos para avançar nas partidas. Além disso, através do modelo do EGameFlow, observamos um percentual acima de 75% que demonstrou satisfação ao jogar.

Biografia do Autor

João Roberto Ratis Tenório da Silva, Universidade Federal de Pernambuco

Professor da áres de Ensino de Química do Núcleo de Formação Docente, no Centro Acadêmico do Agreste - Universidade Federal de Pernambuco.

Downloads

Publicado

2022-02-21

Edição

Seção

Artigos Científicos de Pesquisa