Uma resistência no entre-lugar

uma leitura da personagem Amélia do romance Chove nos Campos de Cachoeira, de Dalcídio Jurandir

Autores

  • Israel Silva Soares Iniversidade Federal do Pará

Palavras-chave:

Keywords: ideological formation, discourse, inferiorization, black women, resistance.

Resumo

O estudo visa perfilar as reações da personagem Amélia, do romance Chove nos Campos de Cachoeira, de Dalcídio Jurandir, frente às fendas ideológicas hegemônicas que se constituíram ao longo do tempo entre o homem branco e a mulher negra. Para tanto, a narrativa centraliza algumas personagens que se apresentam, em particular, com enunciados no entre-lugar que remetem às formações discursivas colonias de inferiorização a partir da cor, contudo, é nesse espaço que, também, encontra-se a figura feminina negra e suas relutâncias frente à estética hegemônica.  Para realizar este intento é necessário debruçar à Amélia como mulher negra que fala e dá risos. O primeiro marca o deslocamento de sua subalternidade, o último baliza sua resistência frente aos “acontecimentos enunciativos” que se inscrevem numa formação ideológica. Ademais, a metodologia é traçar a personagem junto a autores que adotam teorias como estratégias de desestabilização e ruptura a ordem estabelecida sobre a alteridade. Dessa forma, os escritores como Homi K. Bhabha, Hugo Achugar, Gayatri Chakravorty Spivak, Frantz Omar Fanon e dentre outros norteiam a posição da personagem em discussão. 

Palavras-chaves: Formação ideológica, discurso, inferiorização, mulher negra, resistência.

Referências

ACHUGAR, Hugo. Planetas sem boca: escritos efêmeros sobre arte, literatura e cultura. Trad. Lisley Nascimento. Belo Horizonte: UFMG, 2006.

ANZALDÚA, Gloria (1981). “Speaking in tongues: a letter to Third World women writers”. In: MORAGA, Cherríe & ANZALDÚA, Gloria (orgs.). This bridge called my back: writings by radical women of color. New York: Kitchen Table, p. 165-74.

BHABHA, Homi K. O Local da cultura. Trad. Myriam Ávila, Elian Lourenço de Lima Reis, Glaucia Renate Gonçalves. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1998.

DALCASTAGNÈ, Regina. EBLE, Laeticia Jensen. Literatura e exclusão. Porto Alegre, Zouk, 2017.

FANON, Frantz. Pele Negra. Mascara Branca. Rio de Janeiro: Ed. Fator, 1993.

HAROCHE, Claudine; HENRY, Paul; PÊCHEUX, Michel. [1971]. A Semântica e o corte saussuriano: língua, linguagem, discurso. In: BARONAS, R. L. Análise do Discurso: apontamentos para uma história da noção - conceito de formação discursiva. São Carlos: Pedro & João Editores, 2007, pp. 13-32

INDUSKY, Freda. As noções de sujeito em análise do discurso: do desdobramento à fragmentação. In: ENCONTRO DA ANAPOLIS, 15, Niterói. 2000.

_______________Unicidade, desdobramento, fragmentação: a trajetória da nação de sujeito na nalise do discurso. In: MIIMANN, Solange; Evandra; CAZARIN, Ercília Ana ( Org. ). Práticas discursivas e identidade: sujeito e línguas. Porto Alegre: Nova Prova, 2008.

JURANDIR, Dalcídio. Chove nos Campos de Cachoeira. 4 ed. Belém: Cejupa, 1995.

PACHECO, Agenor Sarraf. Paisagens Enegrecidas: Linguagens e vivencias afroindígenas em narrativas marajoaras. In: Asas da palavra – revista de letras, V.13n. 26. Belém: UNAMA, 2010/2011.

PÊCHEUX, Michel. O discurso: estrutura ou acontecimento? Trad. De Eni Puccineli Orlandi. Campina: Pontes, 1990.

SILVA, Cidinha da. Sobre-viventes. Ed. Rio de Janeiro: Pallas, 2016

SANTIAGO, Silviano. Uma Literatura nos Trópicos. São Paulo: Perspectiva, 1978.

SPIVAK, Gayatri Chakravorty, 1942-. Pode o Subalterno Falar?. Trad. Sandra Regina Goulart, Marcos Pereira, André Ferreira Feitosa. Belo Horizonte UFMG. Belho Horizonte, 2010.

Downloads

Publicado

2022-04-27

Como Citar

Silva Soares, I. (2022). Uma resistência no entre-lugar: uma leitura da personagem Amélia do romance Chove nos Campos de Cachoeira, de Dalcídio Jurandir . Frontería evista o rograma e Pós-Graduação m iteratura omparada, 2(3), 125–138. ecuperado de https://revistas.unila.edu.br/litcomparada/article/view/3421

Edição

Seção

Formas e efeitos da violência na literatura e no cinema latino-americano