LEITURAS DE UM POEMA CIENTÍFICO POR GRADUANDOS EM QUÍMICA: IMPLICAÇÕES PEDAGÓGICAS A PARTIR DE REAÇÕES ESTÉTICAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30691/relus.v4i2.2636

Resumo

Práticas envolvendo a arte podem ser um caminho na ampliação de sentidos e ressignificação da ciência. A partir da investigação da leitura de um poema com caráter científico realizada por licenciandos em química, este trabalho procurou compreender as percepções e reações estéticas suscitadas e suas implicações pedagógicas. Os dados, coletados por meio de uma atividade escrita de pós-leitura, evidenciaram reações estético-afetivas de primeira expressão, caracterizadas por serem imediatas e emocionais, e de segunda expressão, abarcando representações de sentimentos e imaginação. Três implicações pedagógicas podem ser estabelecidas: i) a potencialidade deste gênero textual em expandir a capacidade intelectual; ii) um processo de mediação leitora que considere às especificidades do gênero; iii) uma reação lúdico-afetiva engendrada pela vivência estética que pode mobilizar o pensamento imaginativo.

Biografia do Autor

Wilmo Ernesto Francisco Junior, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Bacharel/licenciado em química pelo IQ/UNESP de Araraquara, mestre em educação pela Universidade Federal de São Carlos, mestre em biotecnologia e doutor em química (tese em educação química), ambos pelo IQ/UNESP. É professor associado da UFAL, atuando na Licenciatura em Química (Campus Arapiraca) e nos Programas de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PPGECIM) e Educação (PPGE). Líder do grupo de pesquisa EDifQUICI -Educação e Difusão Química e Científica. Bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq (nível 2) triênio 2021-2024.

Wiliane Rodrigues Leite, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Licenciada em química pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Campus Arapiraca.    

Downloads

Publicado

2021-01-05 — Atualizado em 2021-01-05

Versões

Edição

Seção

Artigos Científicos de Pesquisa