REFLEXÕES SOBRE A COVID-19:

PANDEMIA, NEOLIBERALISMO E MILITARIZAÇÃO

Autores

  • Thiago Luz Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Andressa Caroly Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Palavras-chave:

Pandemia, Neoliberalismo, Militarização

Resumo

Não é necessário resumo para os textos deste dossiê, conforme chamada anunciada no site da revista. 

Referências

BROWN, W. (2018). Cidadania sacrificial: neoliberalismo, capital humano e políticas de austeridade. Zezie Edições (Coleção Pequena Biblioteca de Ensaios): Rio de Janeiro.

BUTLER, J. (2019) Vida precária: os poderes do luto e da violência. Autêntica: Belo Horizonte.

DARDOT, P; LAVAL, C. (2016). A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. Boitempo: São Paulo.

ENLOE, C. (2000). Maneuvers: The International Politics of Militarizing Women's Lives. University of California Press: California.

FASSIN, D. (2020). Hazardous confinement during the COVID-19 pandemic: the fate of migrants detained yet nondeportable. Jounal of Human Rights, v. 19, n. 5, p. 613-623. Disponível em: <https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/14754835.2020.1822155>. Acesso em: 13 de mar. de 2021.

FERNANDES, A. (2020). Coronel Vírus chegou - notas etnográficas sobre a Covid-19 entre vulnerabilizados da cidade do Rio de Janeiro. Sexualidad, Salud y Sociedad – Revista Latinoamericana, n. 35, p. 7-34. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-64872020000200007>. Acesso em: 13 de mar. 2021.

FOUCAULT, M. (2008). O Nascimento da biopolítica - Curso dado no Collège de France (1978-1979). Martins Fontes: São Paulo.

HARAWAY, D. (1995). Saberes localizados: a questão da ciência para o feminismo e o privilégio da perspectiva parcial. Cadernos pagu, n. 5, p. 7-41. Disponível em: <https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/1773/1828>. Acesso em 13 de mar. de 2021.

JOSEPH, H.; NEIBURG, F. (2020). A (i)mobilidade e a pandemia nas paisagens haitianas. Horizontes Antropológicos, v. 26, n. 58, p. 463-479. Disponível em: <https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/218441/001122180.pdf?sequence=1&isAllowed=y>. Acesso em: 14 de mar. 2021.

MOL, A. (2008). “Política ontológica: algumas ideias e várias perguntas”. In: NUNES, J. A.; ROQUE, R.. (orgs.). Objectos impuros: experiências em estudos sociais da ciência. Afrontamento: Porto. p. 63-77.

SEGATA, J; MUCCILLO, L; BECK, L. (2020). A COVID-19 e o capitalismo na carne. Tessituras: Revista de Antropologia e Arqueologia, v. 8, n. 1, p. 354-373. Disponível em: <https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/tessituras/article/view/19730/12145>. Acesso em: 12 de mar. 2021.

SEGATA, J. (2020). Covid-19, biossegurança e antropologia. Horizontes Antropológicos, v. 26, n.57, p. 275-313. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-71832020000200275&script=sci_arttext>. Acesso em: 12 de mar. de 2021.

SOUZA, D. de O. (2020). A militarização do Ministério da Saúde no Brasil: passos rumo ao retrocesso em plena pandemia. Revista Uruguaya de Ciencia Politica, v. 29, n. 2, p. 33-54. Disponível em: <http://www.scielo.edu.uy/pdf/rucp/v29n2/1688-499X-rucp-29-02-33.pdf>. Acesso em: 14 de mar. de 2021.

Downloads

Publicado

2021-05-26

Como Citar

Luz, T., & Caroly, A. (2021). REFLEXÕES SOBRE A COVID-19:: PANDEMIA, NEOLIBERALISMO E MILITARIZAÇÃO. evista spirales. ecuperado de https://revistas.unila.edu.br/espirales/article/view/2772

Edição

Seção

Dossiê especial: Faces e Aspectos da Pandemia de Covid-19 na América do Sul