Jogos na educação química a partir da classificação de Roger Caillois

Autores

Resumo

Na formação dos professores de química, há vários recursos didáticos que são apresentados como possibilidades de melhorar o ensino de Química. Entre eles, o jogo tem sido uma atividade que busca agregar vários aspectos do cotidiano. Há um aumento em estudos acerca da relação dos jogos com a educação nos últimos anos. Contudo, esses estudos ainda são poucos divulgados e utilizam referenciais já bastante estudados. Roger Caillois, um sociólogo francês, propõe uma classificação dos jogos. O objetivo desta pesquisa é identificar e analisar em produções publicadas como estão sendo abordados e aplicados os jogos no Ensino de Química. Para isto, faremos uma investigação bibliográfica na Revista Química Nova na Escola. Teremos como critério buscar artigos publicados entre 1995 e 2019. Este trabalho pode ser um material para outros professores ou pesquisadores da área de ensino que queiram estudar o assunto.

Biografia do Autor

Marli Aparecida Lemes, Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Acadêmica do Curso de Licenciatura em Ciências Exatas - Habilitação Química da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Robson Simplicio de Sousa, Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Doutor em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Professor Adjunto do Departamento de Sociais e Humanas da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Downloads

Publicado

2021-12-31

Edição

Seção

Artigos Científicos de Pesquisa