"Um jogo zika": análise multidisciplinar de um jogo educativo

Autores

Resumo

Desafio à saúde pública, as arboviroses transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti tem como principal estratégia de controle a redução dos criadouros do vetor. A divulgação científica tem proposto intervenções educativas a fim de estimular reações comportamentais na população para o controle do vetor. Uma destas estratégias é a criação e utilização de jogos de tabuleiro. “Um jogo Zika” foi elaborado por alunos de uma escola pública sob a orientação de uma professora de ciências, foi escolhido como objeto de análise, para a compreensão de suas capacidades e limites em relação a seus objetivos educativos. A metodologia da pesquisa reúne a perspectiva pedagógica da tipologia de conteúdos (Antoni Zabala), à do design de jogos e da tétrade constitucional (Jesse Schell). O resultado é que o processo pedagógico pelo qual “Um jogo Zika” foi construído foi considerado bem sucedido; no entanto, o viés analítico segundo os parâmetros de Schell, sugere que o jogo e sua experiência poderiam ser mais independentes de outras intervenções educacionais na realização de seu objetivo.

Biografia do Autor

Ione Rebello da Silva, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Mestre em Vigilância e Controle de Vetores (IOC/Fiocruz), Graduada em Ciências Biológicas (UNIVERSO/RJ) e Especialista em Ensino de Ciências (UFF/RJ). Atua como professora da rede pública e privada de ensino e trabalha com divulgação científica na prevenção das arboviroses.

Arnaldo Vianna e Vilhena de Carvalho, LabJog Iserj

Mestrando em Educação (Proped/UERJ), Graduado em Pedagogia (ISERJ), membro dos grupos de pesquisa IJEC e GPIDOC e do coletivo de educadores Ludus Magisterium. Autor de artigos, palestrante e organizador de projetos e eventos na área de jogos e educação nacionais e internacionais.

Renata Monteiro Maia, LABORATÓRIO DE BIOLOGIA MOLECULAR DE INSETOS DO INSTITUTO OSWALDO CRUZ

Bióloga, Mestre em Biologia Parasitária (IOC/Fiocruz) e Doutora em Biologia Celular e Molecular (IOC/Fiocruz). Atua como  pesquisadora em Saúde Pública e trabalha com divulgação científica e popularização da ciência, com ênfase em arboviroses

Rafaela Vieira Bruno, LABORATÓRIO DE BIOLOGIA MOLECULAR DE INSETOS DO INSTITUTO OSWALDO CRUZ

Graduada em Ciências Biológicas pela UFRJ, Mestre e Doutora em Ciências Biológicas pelo IBCCF/UFRJ. Pesquisadora Titular da Fiocruz, atua na área de Entomologia Médica e realiza trabalhos de Divulgação Científica sobre o controle de Aedes aegypti.

Downloads

Publicado

2021-12-31

Edição

Seção

Artigos Científicos de Pesquisa