MÃES NOS MOVIMENTOS SOCIAIS: UM ESTUDO COMPARADO SOBRE AS MÃES DA PRAÇA DE MAIO E OS CLUBES DE MÃES DA ZONA SUL DE SÃO PAULO

Autores

  • Juddy Garcez Moron

Palavras-chave:

Movimentos sociais, grupos de mães, Mães da Praça de Maio, Clube de Mães da Zona Sul de São Paulo

Resumo

O período ditatorial no Brasil e na Argentina foi marcado tanto pela opressão, quanto pela resistência. Muitos movimentos sociais surgiram nesse contexto, destacando-se, dentro deles, os agrupamentos de mães. Pensando especificamente nesses grupos, o objetivo desse trabalho é, então, fazer uma análise das Mães da Praça de Maio e os Clubes de Mães da Zona Sul de São Paulo através de um estudo comparado, onde serão observados os perfis dessas mães, o surgimento desses grupos e a caracterização das demandas dessas mulheres. O presente texto é fruto de uma pesquisa ainda em desenvolvimento e justifica-se ser estudado devido a necessidade que há em se debater onde estão as mães nos movimentos sociais. Para tanto, como caminho metodológico, realizou-se a leitura crítica do surgimento desses grupos a partir do período ditatorial, tanto na Argentina como no Brasil, através de fontes secundários e de auxílio bibliográfico, fragmentando-se o artigo em três seções: contextualização histórica, perfil das mães e formação dos grupos e natureza das reivindicações e formas de atuação.

Referências

Azevedo, J; Barletta, J. (2011) O Cedem e os documentos dos Clubes de Mães da Região Sul (SP). Cadernos Cedem, v.2, n.2, 201

Azevedo, D.; Sanjurjo, L. (2013) Between dictatorships and revolutions: narratives of Argentine and Brazilian exiles. Revista Vibrant, 10(2), 305-338

Bousquet, J. P. (1983) Las locas de Plaza de Mayo. Buenos Aires: El Cid.

Castelli, N. D. (2012) Conhecendo as Mães da Praça de Maio: ensaio do perfil da associação. Anais eletrônicos do XI Encontro Estadual de História. Universidade Federal do Rio Grande (FURG) – Rio Grande – RS – Brasil.

De Paula, A. das G. (2016) Os Movimentos de Mulheres na Ditadura: uma análise sobre as Mães da Praça de Maio (Argentina) e o Movimento Feminino pela Anistia (Brasil). Anais do II Simpósio Internacional Pensar e Repensar a América Latina.

Diniz, C. A. N. (2017) Gênero e a História social das mulheres; o surgimento do Clube de Mães da Zona Sul de São Paulo sob a influência da teologia da libertação no início da década de 1970. Anais do V Simpósio Internacional em Educação Social.

Diniz, C. A. N. (2018) O protagonismo das mulheres nos movimentos sociais de periferia: memórias e experiências dos Clubes de Mães da Zona Sul de São Paulo (1972-1988). Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras de Assis.

Fico, C. (2013) Violência, trauma e frustração no Brasil e na Argentina: o papel do historiador. Topoi (Rio de Janeiro), 14 (27), 239-261

Freitas, R. de C. S. (2002) Famílias e Violência: Reflexões Sobre as Mães de Acari. Psicologia USP ,13 (2), 69-103.

Gorini, U. (2006) La Rebelión de las Madres. Buenos Aires: Grupo Editorial Norma.

Machado, A. J. P.; Nóbrega, N. C. F. (2016) Plata o plomo? Desempenho econômico dos países sul-americanos pós-regimes autoritários. Anais do 40° Encontro Anual da ANPOCS.

Marcos, N. C. (2008) La memoria insurgente de las Madres de Plaza de Mayo en la lucha por los Derechos Humanos. Anuario de Acción Humanitaria y Derechos Humanos, Universidad de Deusto, 87-100.

Ponzio, M. F G. de A. (2007). A Praça da Memória: o cenário das Madres de Plaza de Mayo. Revista Palimpsesto, 6(6), 1-7

Rapoport, M.; Laufer, R. (2000) Os Estados Unidos diante do Brasil e da Argentina: os golpes militares da década de 1960. Revista Brasileira Política Internacional. 43 (1), 69-98.

Santiago, V. (2019) A maternidade como resistência a violência de Estado. Cadernos Pagu (55).

Taschner, S. P.; Bógus, L. M. M. (2001) São Paulo: o caleidoscópio urbano. Revista São Paulo em Perspectiva, 15(1)

Teles, M. A. de A. (1999) Breve História do feminismo no Brasil. São Paulo: Brasiliense.

Veiga, A. M. (2007) Memórias do feminismo: repressão e invisibilidade (Brasil e Argentina pós-1968). Revista História Oral, 10, (1),93-112

Downloads

Publicado

2021-01-06

Como Citar

Garcez Moron, J. . (2021). MÃES NOS MOVIMENTOS SOCIAIS: UM ESTUDO COMPARADO SOBRE AS MÃES DA PRAÇA DE MAIO E OS CLUBES DE MÃES DA ZONA SUL DE SÃO PAULO. evista spirales, 115-132. ecuperado de https://revistas.unila.edu.br/espirales/article/view/2683