A COVID-19 E A MORTE COMO POLÍTICA DE ESTADO NO BRASIL

Autores

Palavras-chave:

Covid-19, Política de Estado, Bolsonaro

Biografia do Autor

Janine Targino, Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ)

Possui bacharelado em Ciências Sociais (2008), licenciatura em Ciências Sociais (2008), mestrado em Ciências Sociais (2010) e doutorado em Ciências Sociais (2014) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Também possui pós-doutorado em Sociologia Política pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (2018). Atualmente é professora e pesquisadora no Programa de Pós-graduação em Sociologia Política do IUPERJ-UCAM e professora na Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ. Tem experiência em Sociologia e Antropologia, com ênfase em Sociologia da Religião e Antropologia da Religião, atuando principalmente nos seguintes temas: Pentecostalismo, Renovação Carismática Católica e discursos religiosos acerca do uso problemático de drogas.

Sara da Silva Freitas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Possui graduação(Bacharelado) em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Ceará (2002) e Licenciatura em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas(2019). Mestrado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (2009) e doutorado em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (2016), tendo realizado doutorado sanduíche no Brazil Institute no Kings College London(2014). De 2016 a 2017 realizou pós doutorado na Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF). De 2017 a 2018, realizou estágio de pós doutorado no Institute of Education - IOE, na University College London - UCL. Pesquisadora -Cenedic(2004 a 2019) da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Sociologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Estado, sociedade civil, hegemonia, capital, ongs, terceiro setor - RSE - ações sociais do empresariado , principalmente com foco em politicas na área de educação e cultura.

Referências

AGAMBEN, G. (2004a). Home Sacer: o poder soberano e a vida nua I. Editora UFMG: Belo Horizonte.

__________________ (2004b). Home Sacer: Estado de exceção. Editora Boitempo: São Paulo.

__________________ (2008). O que resta de Auschwitz: o arquivo e a testemunha [Homo Sacer III]. Editora Boitempo: São Paulo, 2008.

CAPONI, S. (2020). Covid-19 no Brasil: entre o negacionismo e a razão neoliberal. Estudos Avançados, 34 (99), 209-224.

FOUCAULT, M. (2008). O nascimento da biopolítica. Editora Martins Fonte: São Paulo.

__________________ (2009). Security, Territory, Population: Lectures at the College De France. Publisher: AIAA.

MBEMBE, A. (2008). Necropolítica. Editora N-1 edições: São Paulo.

SILVA, E. F. (2019). Os direitos humanos no “bolsonarismo”: “descriminalização de bandidos” e “punição de policiais”. Conhecer: Debate entre o Público e o Privado, 22, 133-153.

Downloads

Publicado

2021-05-26

Como Citar

Targino, J., & da Silva Freitas, S. (2021). A COVID-19 E A MORTE COMO POLÍTICA DE ESTADO NO BRASIL. evista spirales. ecuperado de https://revistas.unila.edu.br/espirales/article/view/2781

Edição

Seção

Dossiê especial: Faces e Aspectos da Pandemia de Covid-19 na América do Sul