GÊNERO E PANDEMIA:

CASOS DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NA AMÉRICA DO SUL

Autores

  • Virgínia Coutinho de Barros Universidade Federal da Paraíba

Palavras-chave:

Violência, Mulher, América do Sul

Resumo

Com a eclosão da pandemia do coronavírus, os Estados buscaram medidas para proteger seus cidadãos como o fechamento de fronteiras, isolamento domiciliar, aprovação de decretos emergenciais, dentre outros. Todavia, paralelamente, a mulher nunca esteve tão vulnerável, em abril do último ano, mais da metade da população estava vivendo em confinamento. A ONU Mulheres alertava acerca do reflexo da pandemia sob os grupos estruturalmente vulneráveis. A chamada “Pandemia das Sombras” buscava atenção, principalmente, para os tipos de violência contra a mulher. Contudo, apesar do aumento no número de denúncias, estima-se que há uma quantidade ainda maior de vítimas ocultas, que não denunciam a violência que sofrem por medo, impotência e desapoio.

Referências

BARBOSA, J. P. M.; LIMA, R. C. D.; SANTOS, G. B. M.; LANNA, S. D.; ANDRADE, M. A. C. Interseccionalidade e outros Olhares sobre a Violência contra Mulheres em Tempos de Pandemia pela Covid-19. SciELO, 2020.

GONZA, E. L. J.; REZENDE, B. C. As Múltiplas Escalas da Violência contra as Mulheres: A Situação das Mulheres na América Latina durante a Pandemia da Covid-19. Caderno Prudentino de Geografia, Presidente Prudente, Dossiê Temático “Conjuntura no Brasil: retrocessos sociais e ações de resistência”, n. 42, v. 4, p. 45-61, dez, 2020.

Downloads

Publicado

2021-05-26

Como Citar

Coutinho de Barros, V. (2021). GÊNERO E PANDEMIA:: CASOS DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NA AMÉRICA DO SUL. evista spirales. ecuperado de https://revistas.unila.edu.br/espirales/article/view/2790

Edição

Seção

Dossiê especial: Faces e Aspectos da Pandemia de Covid-19 na América do Sul